abril 11, 2016

Por Que Não Usamos Roupas de Passarela?


Como alguns leitores sabem, eu sou formada em Designer de Moda, e uso muito dos meus conhecimentos do curso para escrever aqui no blog. Mais do que dizer que é Chic e glamouroso eu acho interessante passar pra vocês também o conceito envolvido na moda, assim, se você pretende trabalhar com isso, ou simplesmente gosta de moda, acaba obtendo maior conhecimento sobre o tema.

Quando não conhecemos um assunto é normal cometermos alguns deslizes quando falamos dele. Isso é natural, mas muitas pessoas tendem a falar de modo pejorativo e com zombaria quando vêem roupas de passarela. Não raro ouço comentários como "que ridículo" ou "eu não usaria isto na rua". Por isso eu resolvi falar sobre esse tema, por que afinal, não usamos roupas de passarela no dia a dia? Simples. Por que geralmente estas roupas NÃO FORAM FEITAS PARA ISSO.

Vamos começar a explicação com uma pequena ilustração. Pode ser que você veja uma obra de arte e que no começo ela não te faça nenhum sentido. Você pode até pensar que seu sobrinho de cinco anos faria coisa melhor, mas quando você passa a procurar saber qual a história por trás da obra, pode ser que na sua concepção ela pareça até mais atraente. Da mesma forma são as roupas de passarela, elas são artísticas, existe uma história por de trás de cada coleção exibida em desfiles, e isso se chama conceito. Há um grande desenvolvimento artístico e criativo por trás de cada coleção que um estilista põe na passarela. 
Como exemplo, vamos analisar uma coleção do estilista Alexander McQueen. Infelizmente Mc Queen não faz mais desfiles, mas pra mim ele continua sendo um belo exemplo de ousadia nas passarelas.



A foto acima mostra algumas das roupas que desfilaram numa coleção de 2010 que foi batizada de "Plato's Atlantis". A maioria das pessoas não usariam estas roupas na rua, digo a maioria, por que a moda atualmente está bem diversa. Você pode até comentar: "Este cabelo nunca será tendência!", "Estas roupas são muito esquisitas" ou "Que sapatos horríveis!". Ok. Admito que esse desfile foi no mínimo bem excêntrico. Mas vamos procurar saber qual o conceito existente nas criações do estilista. Por meio dessa coleção, Alexander McQueen quis mostrar um mundo apocalíptico após um desastre ecológico. Aliás, um tema totalmente atual, e fictício também. As roupas trouxeram estampas de répteis com modelos estruturados, os sapatos são chamados Armadillos, os mesmos que foram usados por Lady Gaga no clipe da música Bad Romance, e os cabelos queriam passar a ideia de humanos-répteis, como se o desastre tivesse deixado sequelas de mutações genéticas. Agora você pode concordar que a coleção passou a fazer mais sentido.

As roupas de passarela são conceituais. Elas são apresentadas ao público de forma artística por que é por meio do desfile que os estilistas mostram o conceito e a história por de trás de suas criações, por isso elas não são (necessariamente) para se usar no cotidiano. Já as roupas comerciais, que são aquelas que encontramos nas lojas para vender, são uma parte do que foi mostrado no desfile, mas de uma maneira que você possa usar normalmente na rua. Um exemplo disso é que Michelle Obama usou uma camisa da coleção Plato´s Atlantis em um evento.


Embora as criações têxteis sejam divididas em conceituais e comerciais, alguns estilistas optam por colocar nas passarelas peças comerciais, e também há aqueles que com toda a sua engenhosidade conseguem criar roupas comerciais que poderiam ser colocadas em desfiles e serem denominadas como conceituais. Tudo depende da originalidade e criatividade de cada estilista. Também requer muita pesquisa social, de tendência e de estilo. Trabalhoso? Sim. Mas quando se faz o que se ama, cada dia de trabalho se torna uma brincadeira imaginativa.

Espero que tenham gostado da explicação. Usem a caixinha de comentários para expressar opiniões e/ou qualquer dúvida. Também me contem se gostam de matérias desse tipo. Talvez num próximo post eu conte para vocês por que nem toda calça que a gente chama de jeans é na verdade uma calça jeans, haha. Beijos e até o próximo post.
Referências: Morim Blog

25 comentários:

  1. Que legal gostei do post falando sobre a moda nesta parte da passarela em que vemos varios looks totalmente diferente do nosso cotidianos demais bjss..
    Blog: http://ericacarolineitgirl.WordPress.com




    ResponderExcluir
  2. Amei explicação maravilhosa, te desejo uma semana abençoada.
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderExcluir
  3. Seu post foi realmente maravilhoso e muito explicador!
    Eu concordo mesmo que as roupas de passarela ninguém usaria mesmo, mas me surpreendi com a roupa da Michelle Obama, com uma estampa quase idêntica ao modelito de passarela que quase ninguém usaria.
    Beijos. ♥

    Diário da Lady

    ResponderExcluir
  4. Esses desfiles ditam a moda, amei o post, beijos!

    http://blendaliberdadefashion.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Essa diferença é sempre mto grande, uma pema pq tem várias roupas conceitos q seriam bem legais de usarmos

    Bjss

    Linda Menina

    ResponderExcluir
  6. Amei o texto, muito informativo. Acho que mudou um pouco esse conceito porque marcas estão invadindo as passarelas marcas, não apenas as grifes que tem uma menira de produção be difente e o conceito de arte na moda não é muito democrático e vivo, mas ainda é válido.

    Gostei muito por ter citado o conceitoX comercial é extamente assim, apesar de achar que o rabalho deve ser bom e belo indepedente do ambiente.

    Amei o post, muito bom!

    www.cantinhob.com

    ResponderExcluir
  7. Leslie, quero mandar esse post para todo mundo que me pergunta isso também SOCORR!
    Achei super bacana você escrever sobre isso, afinal de contas, só sabe disso quem estuda moda ou tem muuuuito interesse pelo assunto e pesquisa. Adorei! Você descreveu de uma forma bem explicativa e clara sobre o assunto. Resumindo: arrasou <3

    Beijocas flor, já tô te acompanhando porque adorei seu blog também!

    http://www.garimpoblog.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Nossa muito interessante esse pôster, e eu concordo plenamente, quer dizer, não é porque você foi em um museu viu uma escultura e não entendeu o quela significava, que ela vai deixar de ser arte, ou se der importante na cultura. E é isso que a moda é né, a arte de expressar extravagancia, criatividade e inspiração em cada detalhe.
    Amei o pôster, muito bom.
    http://girlswholoveparis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Hello from Spain: I really like these proposals. Very inspiring. Keep in touch

    ResponderExcluir
  10. amei essa explicação! eu já me perguntei várias vezes porque roupas de passarela são sempre 'diferentes' e quase impossíveis de serem usadas na rua! não sabia que existia essa divisão na moda de conceitual e comercial! adorei saber um pouco mais sobre o assunto!

    www.blogamorarosa.com

    ResponderExcluir
  11. Achei ótima a explicação porque muita gente se pergunta isso.
    E claro tem todo um trabalho e uma história por detrás de cada peça de passarela.
    Eu gosto de ver as texturas, as cores e essas coisas. rs
    Já pensou você andar na rua e esbarrar com alguém com um vestido super estruturado? Não ia dar certo mesmo, rs.
    Beijos!

    Blog Pam Lepletier

    ResponderExcluir
  12. Esse post vive e volta em alguns blogs de moda né? É assunto q interessa e traz boas discussões a respeito. Eu não curto tanto a moda de passarela, sei q tem toda uma história, estudo e pesquisa, mas é raramente algo q eu compraria mesmo se tivesse todo o dinheiro do mundo.
    bjoka http://diadebrilho.com

    ResponderExcluir
  13. Amei sua explicação,a gora consegui entender o pq de alguns looks tão diferentes ou até bizarros nas passarelas.

    Beijos/Xoxo.

    Anete Oliveira
    Blog Coisitas e Coisinhas
    Fan Page Coisitas e Coisinhas
    Instagram

    ResponderExcluir
  14. Gente, eu acho tão chato não ter roupas conceituais para vender, eu usaria fácil ALOKA

    www.raposalaranja.com.br

    ResponderExcluir
  15. Sempre tive vontade de estudar moda, mas... quanto ao post amei, realmente sem condição de usar as roupas das passarelas, afinal de contas pra mim são inspiração.
    Beijinhos...

    http://www.nayanemartins.com/

    ResponderExcluir
  16. Sempre reparei que as roupas dos desfiles são metáforas e analogias em relação às roupas "reais" e sempre achei isso INCRÍVEL! Amei a postagem e adorei saber que faz design!

    SEMQUASES.COM

    ResponderExcluir
  17. Genteeeeeeee, ameei amei amei . Sempre me fiz essa pergunta . Então por exemplo o desfile pode mostrar um tipo de estampa... ou tecido que será tendencia.. não aquele modelo em si, certo ? kkk entendi mais ou menos assim. Achei muito interessante <3

    http://dicaparaelasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Para tudo que eu amei esse post demais da gota! Eu amo moda, e amei sua explicação... Curti muito muito mesmo! Beijinhos... Au Revoir!

    ResponderExcluir
  19. Menina, adorei a matéria! Acho que todo mundo já se perguntou porque as roupas de desfile são tão "esquisitas", mas basta colocar a caixinha pra funcionar para se dar conta que o que vemos numa passarela é algo conceitual. Sempre tive a ideia de que os estilistas quisessem mostrar de forma muito clara e excêntrica as novas tendências, mas lendo a sua matéria pude perceber que é através do trabalho artístico deles que a tendência é criada.
    Arrasou!
    Beijão, JuliethSilva.com

    ResponderExcluir
  20. Eu já tinha lido sobre essa diferença há um tempo atrás. Só uma coisa me deixou intrigada, o que é feito com todas as peças que são utilizadas nos desfiles?Afinal, a gente está sempre falando em reaproveitar e reciclar para a saúde do planeta, então se faz uma coleção apenas para ser utilizada apenas em um desfile. Dá para aproveitar a coleção criando peças comerciais?
    Fiquei curiosa para saber mais sobre a calça jeans. Bjus!

    galerafashion.com

    ResponderExcluir
  21. Eu já tinha lido a respeito, mas achei seu post bem mais didático, parabéns!
    Apesar de conceituais, confesso que adoraria ver algumas peças nas lojas.

    Blog Lua Soares

    ResponderExcluir
  22. Ótimo post, Leslie! Minha área de atuação não tem nada a ver com Moda, mas já tinha pesquisado sobre o assunto por curiosidade. Achei teu post bem didático mesmo, com uma leitura bem fácil e deu pra aproveitar bastante o conteúdo. Eu penso que na passarela tudo é arte <3 O que vai pras lojas é algo com traços dessa arte, apenas.

    Um beijo grande!
    Heeey, Maria! | Fanpage

    ResponderExcluir
  23. Leslie muito interessante a forma como você explicou esse conceito de passarela. Sou maquiadora e desde o início da minha carreira precisei aprofundar no mundo da moda e conhecer esses contrastes.
    Beijos,
    http://fernandacoutinho.com.br

    ResponderExcluir
  24. Amei o post! Muito interessante o jeito como você explica, porque é super difícil explicar isso pras pessoas! Sempre tento mas ninguém parece entender essa diferença. Parabéns pelo post, a partir de agora vou linkar ele quando alguém não souber a diferença hahaha
    Beijos!
    www.leituraemdia.com

    ResponderExcluir

* Comentários que eu perceber que são C+C serão ignorados;
* Só respondo comentários em que falam sobre o post;
* Deixe o link do seu blog para que eu possa retribuir a visita;
* Clique na aba "notifique-me" para ser avisado quando eu responder o seu comentário aqui no blog.

© Apenas Leite e Pimenta - 2013 - 2017. Todos os direitos reservados.
Criado por: Leslie Leite.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo