setembro 26, 2016

4 Coisas Para Fazer Antes dos Dezoito Anos

Quando mais nova eu acreditava que ao fazer dezoito anos minha vida mudaria drasticamente, porém, descobri que não é assim que as coisas acontecem, as responsabilidades da vida adulta vão chegando devagar, e com o tempo você percebe que virou adulto e deixou de fazer coisas antes tão características da adolescência, portanto o post de hoje contém dicas pra você que ainda está nessa fase tão mágica e uma nostalgia para as leitoras que como eu já tem dezoito ou mais.

1. Aprenda a Cozinhar. Sim, aprenda a fazer mais do que miojo enquanto estiver na casa dos seus pais, aprenda a fazer coisas simples, como arroz e feijão, o básico pelo menos. Depois se desafie com receitas de família e pratos mais elaborados. Isso é essencial pra que você não passe perrengue quando for morar sozinho ou depois do casamento. Vamos ser realistas, não dá pra pedir pizza ou comer miojo todo dia, então aprenda enquanto há tempo. #dicadeamiga

2. Faça cursos. Antes dos vinte anos é mais provável que você tenha uma coisinha preciosa chamada tempo, além disso, se for antes dos 18 anos é mais fácil que seus pais estejam propícios a te ajudar quando o assunto é estudo, então aproveite o patrocínio parente$co, e faça cursos, pequenos ou grandes, de computador, de línguas, cursos técnicos... Isso vai tornar seu currículo bem mais atrativo daqui a alguns anos.

3. Aproveite as Amizades. Se você ainda está na escola aproveite muito, muito mesmo esse clima de colegial. Curta seus amigos, por que é normal que depois de terminar a escola você perca contato com a maioria deles, além disso, conforme a gente cresce, percebemos que já não nos identificamos tanto com certas amizades. Também, fica a dica pra vida, em qualquer idade ás vezes é necessário balançar a árvore das amizades pra cair os podres.

4. Faça Coisas de Adolescente. Comprar revistas teen, fazer testes como os do site da Capricho, ir em shows e gritar loucamente, sair em grupinhos com mais de dez pessoas, colar posters da sua banda favorita no seu quarto... e por aí vai, a lista é enorme. Depois de certa idade, fazer tudo isso fica esquisito pra você mesmo, você começa a se dar conta que prefere sair em grupos menores, que aqueles testes não são nada confiáveis, e que seu gosto pra música mudou, então aproveite enquanto é jovem e tudo isso ainda faz sentido.

Essas dicas são simples, são coisas que eu aprendi com o tempo, mas devo lembrar que seja lá qual for a sua idade o importante é ser feliz em todas as fases da vida. Beijos de leite e até o próximo post.

Me acompanhe nas redes:
Instagram/Youtube/Facebook/Snap:APENASLEITE 


setembro 24, 2016

Meu Look: Botas Pra que Te Quero!

Já   faz um tempinho que tirei as fotos desse look, mais especificamente, usei essa produção no dia em que fui no encontrinho da Pri Simões aqui em Curitiba. Guardei as fotos numa pasta do computador e esqueci de postar aqui no blog, haha. E no fim já estamos na primavera mas mesmo assim quero mostrar um look com o uso de botas pra vocês, por que gente! Aqui em Curitiba nós usamos botas o ano inteiro, haha.

Cêis sabem que eu não sou muito boa com poses quando vou tirar fotos de look né?! Mas eu tento. Eu fui de moto até o lugar do encontro então tive que me agasalhar mesmo que naquele dia estivesse calor. Usei minhas botas de montaria que são mui amigas em proteger os pés do vento frio que a moto proporciona. Uma blusa de malharia retilínea com essas pedrarias que eu amo e uma jaqueta de couro azul por cima que foi pra dar uma corzinha ao look.

Os  acessórios foram apenas um brinco pequeno e esse colar que eu acho coringa. Minha bolsa de franjas, que aliás ela já apareceu em outro look por aqui e a make foi simples, apostei apenas em um batom escuro, o matte marrom da Eudora. É isso, fica aí a inspiração pra usar nesse fim de semana. Beijos de leite e até o próximo post.

Me acompanhe nas redes:
Instagram/Youtube/Facebook/Snap:APENASLEITE 

setembro 22, 2016

Setembro Amarelo: O que Não Dizer a Quem Tem Depressão

Apesar de a campanha de conscientização sobre a prevenção ao suicídio, o setembro amarelo, acontecer desde 2014, eu passei a conhecer esse movimento apenas a alguns dias atrás. Mas tudo bem, já fazia algum tempo que eu queria falar sobre o assunto do título do post, então vou usar a campanha como base para essa conversa pessoal e aberta que terei com vocês.
Então vamos falar, por que o tema precisa ser discutido. O suicídio geralmente é causado por transtornos psicológicos, dentre eles a depressão. A maioria das pessoas acham que sabem o que é essa doença monstra, mas a maioria não sabe e nem tem noção de como lidar com ela.
Creio que eu sempre tive depressão, quando criança as vezes eu chorava sem motivo e sentia uma tristeza enorme me consumir, só que quando se é criança e não existe um trauma tudo é mais fácil, afinal, minha maior responsabilidade naquela época era apenas fazer a lição de casa e se eu estivesse triste, bastava um amigo me chamar pra brincar que eu me alegrava e esquecia aquele aperto no coração que me consumia naquele momento. Mas, mesmo assim atualmente vejo que aquele vazio tao profundo no peito  que as vezes eu sentia não era normal. Tudo bem, eu cresci e a uns cinco anos atrás comecei a ter problemas maiores do que apenas choro sem motivo, eu passei a ter inúmeras crises de ansiedade e pânico, essas crises são surreais, só quem já teve poderá concordar comigo que é horrível não ter controle da sua própria mente e corpo. Fiquei meses em estado depressivo, simplesmente eu não via motivo pra sair da cama. Não pegava mais ônibus por que me causava pânico, eu não saia na rua por que tinha medo das pessoas e nem falava com elas também por que eu não tinha vida social então eu não tinha nada pra contar a elas. Eu me achava inútil. Quando fiquei nesse estado eu ouvi muita coisa que não me causava absolutamente nenhum efeito positivo. Como eu disse anteriormente, as pessoas ACHAM que sabem o que é depressão, portanto, falam coisas que acreditam que vá ajudar o depressivo, e mesmo que tenham boa intenção, algumas expressões acabam causando uma consequência negativa em quem ouve. Não seja essa pessoa!

Coisas que você NÃO deve dizer a alguém que está passando por um quadro de depressão:
❥ "Tente não pensar negativo." - A gente tenta né, mas nem sempre consegue.
❥ "Pra mim isso é frescura!" - Essa é uma das piores e geralmente vem junto com "isso é só pra chamar atenção!", ahh sim, com certeza a gente escolhe estar infeliz pra poder ser notada.
❥ "Se você só sair de casa e ver alguém já vai melhorar" - A solução não está lá fora, antes de ouvir um convite pra sair eu preciso de compreensão.
❥ "Todo mundo tem depressão hoje em dia." - Esse comentário faz a gente pensar que escolheu se sentir triste e que nosso sentimento de infelicidade é só mais um sem importância no meio de tanta gente que tem também tem problemas.
❥ "Por que você está se sentindo assim?" - Miga, nem eu sei o motivo.



Se você é uma dessas pessoas que não sabe como lidar com alguém que está enfrentando a depressão, simples, vou lhe dar as duas melhores dicas eveeer!
Primeiro: Abrace! Gente! O abraço tem um poder de cura enorme dentro da gente. Ele enche de "sei lá o que, só sei que é bom" aquele vazio no coração.
Segundo: Ouça! Se você não sabe o que falar, saiba que não precisa falar. Apenas ouça o que a pessoa tem a dizer, pergunte o que ela sente e deixe ela se expressar. Quando ela terminar você vai saber o que dizer, mas se ainda não souber, abrace de novo. Ofereça ajuda.

O site Huffpost indicou numa máteria sete coisas que você pode dizer pra quem sofre depressão.

Demorei pra aceitar que tenho depressão, passei um tempão me auto intitulando louca de modo pejorativo. Visitei muitos hospitais em busca de um "mata leão" pra parar minhas crises, já perdi muitos dias da minha vida deitada na cama, tomei muitos remédios que só me deram efeitos colaterais horríveis e não me ajudaram em nada. Hoje enfim eu tomo apenas um remédio (digo um por que já tomei seis por dia) que controla minha ansiedade e depressão, mas também com o tempo aprendi a me controlar sozinha - não dá pra dar todos os créditos ao remédio né?! E também teve muita gente que me ajudou. Eu tenho sim meus dias ruins, de crises, pensamentos negativos e vontade de chorar, mas tive que aprender a conviver com minha depressão e entender que ela não vai deixar de existir tão rápido, todo dia é uma luta levantar da cama, mas depois que levanto fica mais fácil de viver, por que sobreviver é simples, mas viver é só para os fortes. Não estou aqui pra causar comoção, mas eu quis abrir meu coração e provar que mesmo que seja difícil é importante falar sobre transtornos psicológicos e sobre as causas do suicídio. E pra você que também tá na luta eu deixo o texto bíblico de Isaías 41:10 e te lembro que sofrimento nenhum dura para sempre. Procure ajuda!

Me acompanhe nas redes:
Instagram/Youtube/Facebook/Snap:APENASLEITE 

© Apenas Leite e Pimenta - 2013 - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Leslie Leite.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo