janeiro 06, 2014

Por Mim, O Arco-Íris Não Precisa Mais Aparecer


O quarto parece um pouco vazio agora. Lá esta a poltrona ao lado da janela em que costumávamos nos sentar, sem dúvida não cabe duas pessoas ali, mas dávamos o nosso jeito, era ótimo em dias frios, pegávamos um cobertor e ele beijava ternamente minha testa enquanto eu admirada e tomada por um sentimento bom via os caminhos de água escorrerem pelo vidro embaçado da janela durante a chuva. Agora me sento na ponta da cama bebendo uma xícara de chá quente, uma bebida não é capaz de substituir o calor humano que ele me proporcionava, mas ainda fico estasiada ao ver a chuva caindo lá fora, é o momento em que olho o que está acontecendo em volta mas a minha mente viaja de encontro a memórias boas, lembranças de quando o quarto não fazia eco. É estranho como o silêncio pode ser barulhento quando não há nada no espaço físico mas ao mesmo tempo meus pensamentos inundam minha consciência.
Está tudo desorganizado, tudo parou de fazer sentido quando em um súbito mal estar ele se foi, eu havia acabado de pintar um quadro, um campo ensolarado, sempre gostei de dias bonitos, do sol, mas foi em um dia assim que ele fechou a porta atrás de mim, talvez por isso que sinto a necessidade de olhar para fora quando chove, se ele desistiu quando o dia parecia bonito, pode ser que volte em um dia cinza. 
Me sento ali ao pé da cama, o chá já esta esfriando, espero ouvir o barulho do pequeno portão de aço enferrujado se abrindo na frente de casa, passos encharcados tentando se esquivar da lama, logo depois sinto uma estranha felicidade ao ouvir o som da porta se abrindo, mas logo volto ao mundo real e a felicidade é substituída pela amargura.
A chuva para. O resto de chá esfria. E eu mudo de lugar, me sento na poltrona que antes era ocupada por dois, novamente me pego olhando fixamente pela janela, a mente longe, mas os meus olhos conseguem distinguir entre as nuvens que ainda permeiam o céu, um arco-íris, talvez o fenômeno caia bem em meio a minha esperança me dizendo que entre nuvens cinzentas pode haver cores intensas.
Me levanto, vou até a cozinha e coloco a xícara na pia, olho para a pilha de louça suja e meu pensamento é interrompido por um som que se tornou menos habitual desde que apenas eu comecei a ocupar aquela poltrona, é o pequeno portão da frente se abrindo, é impossível não identificar o barulho, a ferrugem está tomando conta do objeto, sempre dizia a ele que era preciso concertar aquela faxada, mas nunca o fez, talvez ele esteja pensando nisso enquanto atravessa o quintal pela porta da frente se esquivando da lama que se formou na frente de casa, quando ele abre a porta eu já estava com a mão no trinco. Me olha com uma expressão de susto, um misto de felicidade e saudade. Não consigo dizer nada, sinto apenas a minha esperança dizendo para a minha alma inquieta "Eu lhe disse que ele voltaria. As nuvens cinzas sempre vão embora depois da chuva!". 
Enfim o silêncio é quebrado quando começa a chover novamente. Ele olha para trás e vê o nosso portão se deteriorando por causa da água, olha a lama que teve que andar para chegar até a porta, até que seus olhos me encontram parada na porta e diz:
- Vamos ter que trocar aquele portão e dar um jeito nessa lama, talvez possamos plantar margaridas no canto da calçada. 
- Talvez. - Eu digo
Faz-se um silêncio novamente. Ainda estamos na porta. Encarando um ao outro.
- Eu te Amo. - Ele me diz passando a mão nos cabelos e tentando afastar dos olhos as gotas d'água que escorrem no seu rosto.
- Você demorou. - Eu respondo.
Ele me puxa para perto. Nossos rostos estão colados, olho no fundo dos seus olhos e sem me dar conta estou molhada, mesmo fraca sem dúvida a chuva está atrapalhando a vida de quem saiu de casa sem guarda-chuva. Ele me beija e eu me esqueço do quanto estou encharcada.


Sentados novamente na poltrona. Envolta nos seus braços aquele dia cinza nunca pareceu tão colorido e quente para mim. Fecho os olhos e sinto que ele está ali, o quarto já não parece vazio, tudo está no seu devido lugar. Por mim, o arco-íris não precisa mais aparecer.

29 comentários:

  1. Adorei o texto, queria escrever textos assim, mais sou muito preguiçosa!


    http://meniinademoda.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. nossa que texto é esse minha linda? estou bege rsrsrs lindo apaixonante
    bjsss

    Batom & Blush
    http://marilisdasilvadutra.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Como é bom ler um texto tão bem escrito! Muito difícil encontrar textos lindos assim. Adorei parabéns !
    Faço layouts de blogs caso esteja interessada dê uma olhadinha no meu blog beijos!
    www.sagadebeleza.com.br
    www.youtube.com/sagadebeleza (se inscreva!)

    ResponderExcluir
  4. Amei o texto! <3

    cojuliana.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Que texto maravilhosooooo, você escreve muito bem. LINDO LINDO LINDO.

    Facebook: Teorema de Mary
    Blog: Teorema de Mari

    ResponderExcluir
  6. que texto lindo! amei qnd vc fala da poltrona. os objetos nos lembram msm das pessoas. sei bem como eh
    bjs

    Sachê e Bombom

    ResponderExcluir
  7. Ai que lindo o texto, objetos podem guardar tantas lembranças...

    vestindo-ideias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Leeeslieeeeeee , sendo minha inspiração u.u ♥
    http://britneyeloise.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Um texto apaixonante. Quando estamos ao lado de quem amamos até os dias cinza ficam coloridos. Bjus!

    galerafashion.com

    ResponderExcluir
  10. Nossa eu adorei o texto a ideia é muito criativa. achei bastante simples e bonito ao mesmo tempo!
    Adorei o seu blog!... primeira vez aqui.
    seguindo*_*
    bjs

    ResponderExcluir
  11. Adorei o texto *-*
    Beijos | Brigadeiro-vintage.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Adorei o texto, muito lindo! Você escreve super bem! *-*
    Amei o final, principalmente. Acho que, quando estamos felizes, com as pessoas que realmente amamos, não precisamos de um "arco-íris", aprendemos a ver beleza nos dias cinzentos!
    Beijos, seguindo!

    http://subita--mente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. Uaaaau Leslie! Foi vc que fez?! Me apaixonei e me surpreendi com o final! Show de bola ♥
    Beijos,
    http://bylaislima.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá, estou indicando você pra responder uma tag! Passa no blog pra conferir depois :*

    ResponderExcluir
  16. Esqueci da url, haha
    http://modinhamodao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Texto magnífico! Amei e me surpreendi.
    Sem contar as fotos que ilustraram: lindas!

    Beijos, Juliana.
    http://bloggirlpop.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Nossa que legal !
    Você deveria montar uma mini série
    e toda semana postar um pouco mais assim, sabe?
    Gostei, você escreve PERFEITAMENTE !!

    Aguardo seu comentário lá no blog
    letiiciamaral.blogspot.com

    Beijos,
    Letícia Amaral.

    ResponderExcluir
  19. Owwwn, que lindo!!

    http://senhoritapriscila.blogspot.com
    Curti a fan page? (www)
    @priscilafrr,
    beijo.

    ResponderExcluir
  20. Lindo texto querida, adorei / post novo no blog
    http://www.rennataferreira.com

    ResponderExcluir
  21. Nossa lindo de verdade, me fez refletir <333

    http://nadaalemdecarols.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Awwn que meigo eu amei só faltei me enfiar dentro da tela :33
    ~~Seguindo aqui tá
    http://secretempir-e.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Texto lindo e triste ao mesmo tempo. Você escreve muito bem :)

    http://drinkcappuccino.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  24. Socorro, você escreve maravilhosamente bem! A forma que você encaixa perfeitamente as palavras em cada frase é uma coisa extremamente encantadora.

    heythay.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. Nossa você escreve muito bem, já pensou em escrever um livro? o jeito que você se expressa e escreve é lindo *o* ameei.
    http://worldofgirl-official.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Nossa que texto lindo ,parabéns .

    garotasimplesvem.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

* Comentários que eu perceber que são C+C serão ignorados;
* Só respondo comentários em que falam sobre o post;
* Deixe o link do seu blog para que eu possa retribuir a visita;
* Clique na aba "notifique-me" para ser avisado quando eu responder o seu comentário aqui no blog.

© Apenas Leite e Pimenta - 2013 - 2017. Todos os direitos reservados.
Criado por: Leslie Leite.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo