8.10.18

Livro A Mulher Na Janela - A.J. Finn | Resenha

BLOGTOBER [23] -  Post #6
A primeira vez que ouvi falar do livro A Mulher na Janela, foi em um post sobre lançamentos em algum blog literário. E desde então o título permaneceu na minha lista para futuras leituras, esperando que o preço do bendito abaixasse e enfim eu pudesse ler essa obra que tanto me causava curiosidade. Daí, em meados de agosto, a Mari, do blog Galáxia dos Desejos, me tirou uma grande dúvida sobre ler em forma digital, e finalmente eu consegui ler A Mulher na Janela, aliás, esse livro foi a minha primeira compra no aplicativo Kindle, e saiu por um precinho bem camarada. Agora ninguém segura meu cartão de crédito!

Título: A Mulher na Janela
Título Original: The Woman In The Window
Autor(a): A.J. Finn
Editora: Arqueiro
Páginas: 352
Ano: 2018
Gênero: Thriller Psicológico / Suspense

A Mulher na Janela conta a história de Anna Fox, uma psicóloga infantil separada do marido e da filha. Anna tem agorafobia, um transtorno de ansiedade que acaba por mante-la reclusa da sociedade, ela passa seus dias bebendo e assistindo a filmes clássicos (e antigos). O único contato que Anna tem com a vida fora de sua casa, é por meio de uma rede social na internet e das lentes da sua câmera, que ela usa para espionar os vizinhos. Mas, tudo muda quando Anna vê algo aterrorizante na casa dos Russells, a família que acaba de se mudar para a vizinhança. Será que ela realmente viu aquilo acontecer? Talvez ela tenha bebido demais, ou seja apenas fruto da sua imaginação.

"Minha querida, você não pode continuar batendo a cabeça com a realidade e achando que ela não existe."

Não dá pra dizer que a premissa do livro é inovadora. Afinal, A Mulher na Janela pertence ao mesmo estilo de história, por exemplo, que A Garota no Trem. Os títulos trazem protagonistas que por algum motivo não sabem se vivenciaram ou não aquilo que em sua mente parece ter sido algo muito real. Porém, A Mulher na Janela pra mim, pareceu ser muito mais complexo, e essa dúvida sobre o que Anna viu na casa dos Russells ter mesmo acontecido ou não, mexeu muito com a minha cabeça.

Confesso que o começo do livro foi um pouco tedioso pra mim, assim como é a vida da protagonista. Aliás, o dia-a-dia de Anna me lembrou muito a época em que eu tive fortes crises de depressão, a única diferença é que eu não bebia (vinho). Aliás, acredito que o livro seja genuíno em mostrar as dificuldades da vida de quem sofre de agorafobia, e eu acho isso muito positivo. Por causa do transtorno, Anna não sai de casa. E a minha leitura só engrenou de jeito depois que Anna vê algo muito estranho acontecendo na casa da família Russell.

Por saber muito bem o que é sofrer de transtornos de ansiedade, mesmo enquanto a leitura ainda estava maçante, eu me pegava torcendo para Anna. Mas, mesmo querendo muito acreditar nela e no que ela viu acontecer na casa vizinha, ainda assim eu duvidava da autenticidade dos fatos. E essa é a beleza de A Mulher na Janela, eu me envolvi de um jeito incrível nessa história. Além disso, absolutamente nada foi previsível. É bem possível que outras pessoas tenham criado teorias e expectativas diante da leitura desse livro, porém, no meu caso, nenhuma das minhas teses se concluíram durante o desenvolvimento da narrativa. Admito que eu achava os tratos entre Anna, seu ex-marido e sua filha bem esquisitos, mas, eu não poderia imaginar que o segredo por traz desse convívio fosse tão enigmático.

"O álcool é um anestésico que nos permite enfrentar a cirurgia da vida."

A Mulher na Janela é um thriller psicológico super bem escrito, sem furos e altamente envolvente. Nessa história, nada nem ninguém é realmente o que parece. Deixo nota cinco, de cinco fofoqueiras na janela.


Quero logo um filme desse livro que acredito ter sido se não a melhor, uma das melhores leituras desse ano. E você? Já leu ou pretende ler A Mulher na Janela? Aceito indicações de livros de suspense e thriller psicológico, abuse da área de comentários.

 veja todos os posts do Blogtober

13 comentários:

  1. Amei a resenha. Adoro livros nesse estilo, por mais que eles me deixem ansiosa demais rs
    beijos
    http://lolamantovani.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Amei sua resenha, Leslie. Já li algumas resenhas sobre esse livro e todas esbanjam comentários positivos. Adorei as fofoqueiras na janela, hahahaha.

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  3. Oi, Leslie
    Alguns dizem que esse livro é maravilhoso, outros não. O fato é que eu fico curiosa pra saber os segredos, mas como não tenho aptidão para ler suspense, eu passo e sempre fico com aquela vontadezinha de ter descoberto o rumo que ele toma.
    Beijo
    http://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Nossa, comecei a ler a resenha e tava com A Garota no Trem na cabeça, hehe. Eu não li esse livro, já vi fotos do título, mas ainda não tinha parado para ver do que se tratava. Parece um ótimo enredo, fiquei com bastante vontade de ler e descobrir esse segredo por traz do convívio de anna, seu ex marido e filha. Aceito spoilers :)

    Grande beijo, Franci.
    www.delirioscotidianos.com

    ResponderExcluir
  5. Não pretendia ler esse livro, mas agora quero. Não li A Garota no Trem, mas a narrativa me lembrou também Uma Estranha em Casa. Já quero ler esse agoraaa

    Beijos
    Próxima Primavera

    ResponderExcluir
  6. Achei bem interessante esse livro, ainda não conheço essa autora.
    Big Beijos,
    Lulu on the sky

    ResponderExcluir
  7. Uau, o livro parece ser bom! Amo suspense! Vou procurar comprar esse livro no kindle também! Eu também sei como é sofrer de ansiedade, é horrível! Imagina para ela que agora viu uma coisa que talvez não era para ter visto, deveria está como coração superacelerado!
    Um beijo grande e muito GORDO
    https://thaissgalbiero.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Leslie, esse livro ainda está na minha lista para ser lido. Adoro livros que 'prendem' assim (mesmo sendo meio tedioso no início). xD

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Eu ainda não me convenci a ler este livro, mas gostei da sua resenha.
    O filme com certeza vou querer ver.
    N gostei muito de A garota no trem, acho q por isso fico com um pouco de receio de A mulher na janela!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Eu não sou a maior fã de livros que têm esses suspenses, acabo cansando logo deles. Mas achei a história bem interessante. Imagina viver a vida olhando tudo pela janela? E o que será que ela viu na casa dos vizinhos? OMG, esse eu fiquei com vontade de ler x)

    Beijinhos
    tipsnconfessions.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Não tinha ouvido falar desse livro até agora, mas já entrou na lista de desejos logo na sinopse. Concordo com você, daria um filme é tanto. Que resenha incrível!

    Sabrina Santiago | www.mocadecasa.com

    ResponderExcluir
  12. Eu voltei aqui nesse post só para comentar que fiquei morrendo de vontade de ler esse livro depois da sua resenha. Já tinha ouvido falar, mas nunca dei muita importância. Agora já tô curiosa pra saber mais sobre a história, ahahah. Obrigada pela dica, Leslie! :)

    ResponderExcluir



Feito com ♥ por Lariz Santana