23.10.18

A Primeira Vez que eu Dirigi um Carro Sozinha


BLOGTOBER [23] -  Post #17
Desde que eu consegui tirar minha carteira de habilitação, eu só dirigia com alguém ao meu lado, aliás, eu já dirigi grandes distâncias com o auxilio do meu marido. Mas, nem sempre tinha uma pessoa também habilitada para ficar ao meu lado no carro, além disso, eu precisava começar a confiar em mim mesma para dirigir sem a ajuda de ninguém. E ontem enfim, eu tive coragem para dirigir o carro sozinha.

Eu tinha um compromisso ligeiramente perto de casa, então, vi ali uma ótima oportunidade para ir dirigindo. Afinal, é uma distância curta, o que poderia dar errado não é mesmo? Meu primeiro desafio foi manobrar o carro de ré e conseguir sair da vaga do prédio onde moro. Pensei que se eu conseguisse fazer essa proeza, o resto seria fácil — só que não. Sentei no banco do motorista. Verifiquei o espelho. Cinto de segurança. Liguei o carro. Desengatei o freio de mão. Consegui tirar o carro da vaga e ainda tremendo, dirigi até o compromisso. Na verdade, eu estava tão nervosa que só voltei a respirar quando cheguei no destino, considerando que foi um caminho de duração de cinco minutos, mas pra mim durou uma hora.

Do lugar em questão, eu e mais algumas pessoas iriamos para outro destino, uma amiga, que não tem carteira, entrou comigo no carro, e lá fomos nós. E foi aí que rolou uma situação desesperadora. Estava eu segurando o carro em uma rua inclinada/subida, quando ele morreu e simplesmente foi descendo sozinho para trás. Eu tentei segura-lo com o pedal do freio, mas ele continuava descendo, pois é amiga, mas sabe... o freio não funciona quando o carro está apagado! Então eu apelei para o freio de mão e foi quando eu senti o impacto. Minha amiga olhou assustada pra mim e perguntou se a gente tinha batido em um muro, eu olhei pra traz e disse que não, que na verdade o muro ainda estava bem longe. Saí do carro e percebi que na verdade o carro tinha encavalado numa mureta. Um amigo que viu eu descendo sem rumo com o carro, voltou para ver o que tinha acontecido, e ele, assim como o vizinho ao lado me ajudaram a tirar o carro da mureta e trocar o pneu, já que por causa da batida, o pneu acabou furando. Sinceramente, com tudo o que aconteceu, eu fiquei um tanto quanto impressionada com a minha calma. E claro, tenho muito a agradecer por ter bons amigos, tanto por quem me ajudou a tirar o carro da mureta, quanto àqueles que me deram força moral e consolo dizendo que é normal isso acontecer com quem começou a dirigir a pouco tempo, que já fizeram coisas piores ou que por causa do que ocorreu não era pra mim desistir de dirigir sozinha.

Depois, eu voltei facilmente sozinha pra casa, tenho grande dificuldade em entrar pelo portão do prédio. Mas, até isso foi fácil, mesmo depois de toda a emoção de sentir-se dentro de um carro desgovernado. É aquilo né migles, o que não te mata, te torna mais forte! Ainda pretendo voltar a dirigir sem companhia habilitada, acho que quanto mais experiência melhor, a gente também aprende bastante com as situações ruins. Segunda-feira estarei novamente com o meu carro, no mesmo compromisso, só que sem deixar o motor morrer nas subidas dessa vez  rindo de nervouser.

Ah, tirando o pneu furado, o carro não teve nenhum dano, e acredito que o que me ajudou imensamente a ficar calma com a situação foi o apoio do meu marido, ele sempre me incentivou a sair sozinha e reiterava de que não era para eu me preocupar com possíveis estragos ao carro. E depois que eu contei o que houve, ele foi muito companheiro em dizer que estava feliz por minha evolução em ter saído sozinha e por eu e minha amiga estarmos bem, "pneu furado a gente conserta ou compra outro, uma vida não".

É isso, muitas emoções para apenas um dia. Se você sabe dirigir, me consola, me conta suas histórias de barberagem pra que eu não me sinta uma loser, haha. Se você não dirige, mas tem vontade, saiba que o bagulho é bem louco, mas não impossível.

 veja todos os posts do Blogtober

8 comentários:

  1. Leslie, imagino o quanto foi ruim isso ter acontecido. Ainda não tirei minha carteira, porque tenho medo. Mas já guiei em sítio o carro da minha mãe algumas vezes. Não deixe que essa situação te tire a vontade de guiar, antes você ter passado por isso agora que vai te fazer dobrar a atenção do que você ficar confiante e perder o medo e acontecer algo pior. Logo você estará craque!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  2. eu tirei minha carteira ha anos atras, mas nunca mais dirigi acredita? hehe rola mesmo esse medo no começo, mas vai passando conforme vai ficando mais natural

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  3. Oi Leslie
    eu ainda n sei dirigir e acho q vou fazer muiiiiiiiiiiiita besteira
    hahahahahahahahaha

    que bom que essa situação não te travou, ao contrário, te fortaleceu!
    Parabéns!

    Bjooooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Menina fica com medo não, é assim mesmo. Eu dirijo já tem oito anos, e bati o carro quatro vezes. Não pode deixar a peteca cair. Ta super apoiada!

    ResponderExcluir
  5. Sei qual a sensacao. Quando estava tirando carteira peguei o carro da minha cunhada. Estava eu e meu namorado, porém o carro estava com problema no freio e ela não disse nada já que o marido dela que dirige, quando sai para ir embora e liguei o carro, o freio não funcionou estava na decida ele ganhou velocidade e bateu virando as rodas pra cima, eu e meu namorado não machucamos já que o vidro por Deus estourou para fora e não em nos dois, detalhe eh tinha exame final no outro dia e quando entrei no carro tive a pior sensação da minha vida e foi muito triste. Me sentia culpada todos os dias, mas aos poucos vi que Deus prepara a gente e hoje já esqueci do ocorrido e aprendi a não pegar carro com problema.
    Fica tranquila que logo você vai estar bem feliz dirigindo!!
    Beijinhos! ❤
    https://lewestinblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Ahhh, que bom que deu tudo certo no final. Ainda não dirijo, mas tenho certeza que aconteceria esse tipo de coisa comigo também. Acho que é um pouco de prática e confiança. Já deu certo!

    naoseavexe.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Leslie, eu não tenho carteira, mas eu imagino o que você tenha passado. Me desculpa, mas eu ri kkkkkkkkkk. Se fosse comigo, eu teria me borrado toda kkkkk. Acho que um dos motivos por eu ainda não ter tirado carteira, é justamente achar que vou cometer vários erros. xD
    Que bom que no final tudo deu certo e você teve pessoas ao seu lado para ajudá-la!

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  8. Nossa, imagino eu nessa situação, não ia ter sua calma não.
    Não tenho carteira ainda, mas certo de que passarei por situações assim. É vivendo e aprendendo, né. Ainda bem que não aconteceu nada grave Leslie.

    Mas acho que é normal, já que você tirou a carteira tem pouco tempo.

    Beijos
    Boas de Papo
    Instagram Boas de Papo

    ResponderExcluir



Feito com ♥ por Lariz Santana