28.6.19

Cerveja, Mulher e Futebol


Já parou para pensar como a década de 1990 foi totalmente bizarra quando se fala em televisão? Caso você não tenha vivido durante essa época de liberdade televisiva, pesquise um pouco e vai descobrir que no final do século passado a noção resolveu tirar férias e acho que ela só voltou depois do fim da banheira do Gugu.

Mas, mesmo sendo uma criança, o que mais me incomodava na tv da década de 1990 eram os comerciais televisivos, principalmente os de cervejas. Por mais que eu fosse uma pirralha e não entendesse absolutamente nada sobre feminismo e outros assuntos que permeiam nossa sociedade hoje, eu sentia vergonha ao ver mulheres quase nuas ou passando por situações de cunho sexual na televisão. Por ser menina, e de acordo com o padrão de moral do qual eu estava sendo criada, eu me sentia constrangida por ver essas mulheres com um sorriso no rosto enquanto dançavam de biquíni em programas de tv, se divertiam no jogo da camiseta molhada que passava durante as tardes de domingo no SBT, sentiam cócegas com o quadro "sushi erótico" do Faustão ou quando elas serviam apenas como um brinde em comerciais de cerveja.

A liberdade de expressão é um direito garantido não só pela Constituição Federal Brasileira, mas também pelos direitos humanos, o que inclui a liberdade de expressão publicitária não é mesmo? O que a tv fazia no fim do século passado era trabalhar com o que lhes dava audiência. E até então acreditava-se que o público alvo das cervejarias eram os homens, ou seja, por que não colocar também uma mulher bonita na propaganda? Afinal, é disso que os homens gostam não é mesmo? Cerveja, mulher e futebol.

E é claro que eu também fui pega pela publicidade da década, eu tive o tamanco da Suzana Alves, vulgo Tiazinha, a moça que dançava pelada com um chicote e uma máscara em programas da tarde e que não tinham a menor censura. Eu era uma criança, para uma pimpolha de sete anos o tamanco da Tiazinha era ostentação, mesmo que eu nem gostasse da personagem. E hoje, analisando meus sentimentos de quando criança diante do que eu assistia na televisão, consigo perceber que essa vergonha e repugnância que eu sentia era quase um pedido de socorro pelas mulheres, nós não queremos ser vistas como objetos sexuais.

Infelizmente a tv ainda se mostra machista, as assistentes de palco por exemplo, continuam usando roupas minusculas, parecem sempre extremamente felizes sem motivo e não tem nenhum tipo de opinião própria. Porém, as atuais propagandas de cerveja já não me constrangem tanto como antes. Se a sociedade muda, a publicidade precisa entender que a sua abordagem também deve mudar. Tenho visto comerciais muito mais reais, as mulheres tem deixado de ser a coadjuvante para se tornar a protagonista dos comerciais, afinal, mulher também bebe cerveja.


Não sou feminista e tenho meus motivos para isso, mas com certeza anseio pelo dia em que pequenas ações diárias e de conscientização diminuirão as humilhações e constrangimentos que nós, mulheres, experimentamos todos os dias.

20 comentários:

  1. Menina, eu também fui criança na década de 90 e tenho lembranças realmente bizarras. Eu gosto do rumo que as coisas estão tomando, um dias chegamos lá! Se seu anseio é respeito, conscientização e oportunidades iguais, significa que você é feminista sim Leslie! As pessoas é que as vezes passam uma impressão errada sobre o movimento. Se trabalhamos e conquistamos nosso próprio dinheiro, se votamos, se podemos usar calça jeans, se não somos tratadas como propriedade do nosso companheiro, é devido a luta das verdadeiras feministas! Separar o real feminismo de movimentos extremistas é importante pra nos reconhecermos nessa posição. Nós não precisamos odiar os homens, sair com os seios descobertos e fazer outras coisas estranhas para sermos feministas. Basta nos indignar contra as diferenças de tratamento e fazer alguma coisa como você fez com essa postagem, buscando a conscientização. e eu simplesmente amei. Tenha um ótimo dia, beijos!

    Blog Paisagem de Janela
    www.paisagemdejanela.com

    ResponderExcluir
  2. Sempre achei propaganda de cerveja muito chata e até hoje não vejo graça nenhuma, mesmo com algumas propagandas bem melhores que nos anos 90. Talvez eu não goste porque não curto álcool então não me identifico.
    Eu me lembro que aqui na minha cidade tinha o concurso da garota com blusa molhada. Elas usavam blusa branca, bem transparente e jogavam água só para expor o corpo delas. Ainda bem que não existe mais esse tipo de coisa.
    Os anos 90 foram bizarros, mas foi uma lição para que a gente evolua e não repita aqueles mesmos erros.
    Bjus!

    galerafashion.com

    ResponderExcluir
  3. Amei essa reflexão, Leslie. Ainda não existia em 1990, no entanto, lembro dos anos de 2004, 2005, e ainda tinha muito disso na televisão, bom.. ainda tem, bem menos, mas ainda tem. Muitas coisas mudaram, mas tem tanta coisa para mudar ainda. Espero que as próximas gerações, com o ensinamento que as pessoas da época que estamos vivendo agora estão passando para elas, tenha uma mente diferente.

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  4. Nossa, puxadíssima a programação da TV nos anos 90. Constrangedor, para dizer o mínimo. Estamos caminhando a passos lentos rumo a uma sociedade mais igualitária e espero nunca mais ver absurdos como a banheira do Gugu e similares. Tristeza só de lembrar. :(

    ResponderExcluir
  5. Menina, eu nasci em 1997, então muita coisa eu fui descobrindo depois na adolescência e na fase adulta, vendo o Canal 90 no youtube. Em 2000 ainda tinha muita coisa bizarra que hoje olhando não era normal. Até hoje, como você disse, as assistentes de palco com a roupa super curta, as mulheres em algumas propagandas de cerveja, enfim.
    Mas nos anos 90 era realmente bem exagerado, produto infantil comercializado pela tiazinha, a exposição da mulher era bem mais, tudo pela audiência. Ainda bem que os absurdos diminuíram.
    Beijos,
    Mundo Perdido da Carol
    Instagram: @carolinsweet
    Fan Page

    ResponderExcluir
  6. adorei o post quem nao lembra da tiazinha,feiticeira etc? apesar do machismo continuar forte pelo menos dá pra sentir que as coisas estao caminhando na direção certa

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  7. Realmente a década de 90 foi muito pejorativa em relação a mulher, infelizmente elas apareciam como objetos em programas de TV e propagandas, o corpo era sempre usado para chamar a atenção. Hoje em dia muito coisa mudou, mas ainda precisa melhorar muito, por que ainda existem propagandas de cerveja que ainda usam do machismo para vender.

    Beijos


    onlyinspirations.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Realmente a sociadade é machista e o pior é que mulheres se sujeitam a esses caprichos masculinoa. Belo post, beijos.
    https://cidocemulher.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi Leslie!
    Também não sou feminista, mas também entendo que às vezes o sexismo está muito exposto e "engolimos ele" muitas vezes sem querer e sem um propósito. É importante que tenhamos os direitos, tanto as mulheres como os homens e só queremos respeito, né? Aos poucos a sociedade vai mudando, esperamos..
    Adorei o seu texto!
    Não sabia que a cerveja até mudou de nome, que legal1!

    ResponderExcluir
  10. Que post incrível! Que propaganda incrível!
    Dias pra trás, meu professor de temas emergentes perguntou pra sala "O que vocês acham que vende mais no mundo?" Então eu disse "comida. Afinal todos precisam de comida pra sobreviver" Ele disse que não era isso. Então ele deu a resposta "Sexo". Desde então venho percebendo principalmente nas propagandas, especificamente em cerveja. Vejo que infelizmente até hoje eles colocam uma mulher de biquini com uma cerveja na mão, fazendo o anúncio do produto. Eu não sou feminista, mas hoje vivemos em um mundo totalmente diferente, em que mulheres conquistaram o seu espaço e não um espaço de objeto sexual. Infelizmente marcas famosas usam esse tema de "mulheres e sexo" pra vender produtos, e infelizmente, vende pois é algo que está enraizado na sociedade, apesar de ser novos tempos.

    Ótimo post!
    Blog da Juh
    Instagram @julianasrabelo
    Facebook

    ResponderExcluir
  11. Também me sentia constrangida de ver esses comerciais de cerveja com mulheres sensualizando, eu também era criança e não fazia ideia desse abuso todo, só não gostava. Criavam os comerciais de cervejas exclusivamente apenas para agradar os homens, porque só eles bebem cerveja e adoram mulheres gostosas sensualizando né? É ridícula essa ideia, ainda bem que hoje mudou. Eu também já me fantasiei de Tiazinha no carnaval, usei a fantasia da minha prima e sai na rua com minha mãe, minha tia e minhas primas, era super normal isso. Vendo agora vejo o quanto era bizarro! Não tinha visto ainda esse comercial da antiga Stella e nova Isabella. Gostei MUITO! Tiveram uns outros também que mudavam o cenário, mostravam cenas de mulheres no bar bebendo enquanto passavam caras bonitões e tal, eu só não lembro qual era a marca, mas ficou muito bom também mudar esse padrão. Enfim, gostei muito desse post! E que bom que o mundo tá mudando né?
    Beijos!

    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oie, td bem?
    É bizarro olhar pra trás e ver os absurdos que acabamos vivendo! Ainda bem que as coisas estão mudando e estamos lutando cada vez mais e tendo mais espaço (mais que merecido né?), precisamos caminhar muito ainda, mas aos poucos as coisas vão acontecendo!
    Beijos
    www.somosvisiveiseinfinitos.com.br

    ResponderExcluir
  13. No último semestre da faculdade eu fiz um estudo sobre a relação da mulher com o mercado publicitário, e foi cada coisa absurda que eu tive que ver que fiquei muito impressionada em como éramos (ainda somos) tratadas na publicidade, principalmente em comerciais de cervejas e carros! Hoje tivemos uma bela evolução, mas acredito que há ainda muito a ser conquistado, principalmente além da simples publicidade, as empresas precisam pregar essa evolução e igualdade também no dia a dia do mercado de trabalho né?

    www.estante450.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Acho que essa década foi a melhor da televisao, mas infelizmente tínhamos alguns casos de machismo escancarado.
    www.achatadebatom.com

    ResponderExcluir
  15. Aquela blusinha é muito fofa! hehehe! ;D

    Em breve eu conto o que achei sobre aquele creme!

    1990 era fogo mesmo... Exploravam ao máximo os corpos das mulheres. Pior é que hoje em dia ainda vemos algumas coisas! Mas sinto que estamos caminhando cada vez mais para a quebra dessa ideia boba de que "mulher só tem que ser bonita", ou então que "só existe um tipo de mulher bonita".

    Ótimo domingo!

    Beijo! ^^

    ResponderExcluir
  16. Olá.
    Nos anos 90 era tudo muito exagerado. A forma como falavam é usavam a presença feminina, de forma a deixar o sexismo super exposto. Felizmente as coisas vem mudando, e aos poucos e com fé acho que logo tudo será diferente.
    Seu texto ficou perfeito!
    Beijos.
    www.lewestinblog.com

    ResponderExcluir
  17. Nós não vivemos na década de 90, sobrevivemos a ela. As propagandas estão mudando e isso é ótimo, mas ainda tem muito a mudar pra ficar num padrão aceitável.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
  18. aos poucos as coisas vão mudando! mas temos um longo caminho pela frente, pois a sociedade no geral tem que mudar esse pensamento!

    xoxo
    Guria do Século Passado

    ResponderExcluir
  19. Ainda bem que os tempos mudam, antigamente era bem pior as propagandas de cerveja com mulheres praticamente seminuas na tv.
    Big Beijos,
    Lulu on the sky

    ResponderExcluir
  20. Hoje ainda é horrível, mas vemos abusos velados em relação a mulher na tv, mas nos anos 90 era absurdo e todo mundo achava normal. Programa fantasia era programa pra ver com a família e todo mundo achava normal, se fosse hoje em dia, nem passaria do piloto.
    Eu costumo rever algumas coisas da época e fico horrorizada, tipo a xuxa falando piada +18 sendo que ela tinha programa pra criança.
    Que bom que estamos em constante evolução e é uma pena que o conservadorismo posso arruinar as conquistas de hoje e fazer a normalizar essas coisas de antigamente.
    Beijos
    http://www.dearlytay.com.br/

    ResponderExcluir

➤ Comentários rasos e sem sentido não serão respondidos e retribuídos.
➤ Se você NÃO leu o post ou o assunto NÃO te interessa, NÃO COMENTA!
➤ A você que leu o post e vai fazer um comentário pertinente ao assunto, meu muito obrigada.
O mais breve possível passarei em seu blog para retribuir o carinho.



Feito com ♥ por Lariz Santana