09 abril 2021

Livro: Um Diário Para Melissa de Teresa Driscoll

Resenha Livro Um Diário Para Melissa

Baixei Um Diário Para Melissa na leva de livros que estavam de graça na Amazon durante o começo da pandemia de Covid-19, ou seja, este livro estava há pouco mais de um ano cozinhando na minha biblioteca virtual. Quem acompanha o blog com frequência sabe que meu gênero favorito é suspense e romance policial, mas eu estou em um momento de vida em que eu só quero paz e um quentinho no coração. Então, resolvi deixar um pouco de lado os livros densos e difíceis de digerir e me joguei fora da minha zona de conforto, o que me fez ter desejado tomar essa atitude antes.

 

Ao completar 25 anos de idade e prestes a sair de férias com seu namorado, Melissa ganha um diário escrito pela mãe, Eleanor, que morreu vitima de um câncer de mama há 17 anos atrás. O diário foi escrito em um período difícil, quando já se sabia que não haveria nenhuma chance de recuperação para Eleanor, por isso, ela sente que precisa deixar algo para Melissa; segredos, conselhos, memórias e... receitas. Porém, como este presente irá interferir na vida de Melissa, agora já adulta?

Gênero: Ficção | Páginas: 320 | Editora: Fábrica231 | Nota: 

Um Diário Para Melissa é alternado entre 1994, enquanto Eleanor escrevia o diário para a filha, e em 2011, quando Melissa recebe os escritos da mãe, 17 anos após a sua morte. Além de trazer uma leitura fluída, o livro também contém capítulos curtos, o que me fez lê-lo sem notar as 320 páginas passando rapidamente. Não há grandes acontecimentos durante o livro, mas ele também não é linear, pois depois que Melissa recebe o diário, o leitor passa a acompanhar sua evolução, ou seja, a história tem um bom desenvolvimento.

O livro conta basicamente com quatro personagens principais. Eleanor me conquistou logo nos primeiros capítulos, o que me fez passar pano para seu pequeno segredo, revelado no fim do livro. Max, o pai de Melissa, é um cara legal, assim como Sam, seu namorado. Mas, por incrível que pareça, a única personagem que eu não consegui me conectar foi a própria Melissa, e acho que isso aconteceu por que eu me identifiquei com ela, o que é estranho, mas também explicável.

"Seja boa, minha querida. Tente sempre ser boa. Soa banal, eu sei, e sei também que você não seria de outra forma intencionalmente, mas ás vezes ser bom é decidir não ficar encima do muro. Fazer alguma coisa, em vez de não fazer nada." - Eleanor (1994) Posição 300 do E-book.

Melissa é reprimida, ela não diz ás pessoas o que sente e isso acaba a sufocando, tanto que inicialmente ela não conta a ninguém sobre o diário da mãe. Além disso, Sam pediu Melissa em casamento e ela não lhe deu uma resposta satisfatória por que tem medo de encarar o casamento e uma possível gravidez, pois ela sabe que Sam quer ser pai. Essa recusa da protagonista em viver e experimentar novas sensações me deixou irritada, mas com o tempo entendi seus motivos e lembrei que eu mesma já passei por alguns de seus questionamentos. Eu tinha muito medo de ser esposa e ainda tenho em ser mãe, mesmo que... confesso, eu passo um tempão vendo moda infantil na internet e guardando inspirações de quartinhos no Pinterest.

Livro Um Diário Para Melissa

O diário escrito por Eleanor é um refresco para as inquisições de Melissa. A protagonista acaba encontrando na cozinha, nas receitas deixadas por sua mãe, uma forma de lidar com seus medos. O livro fala muito sobre luto, esperança e família, mas ele também faz o leitor relembrar suas próprias memórias olfativas, algo que acontece frequentemente com Melissa enquanto lê o diário da mãe.

"Foi nesse momento que ela percebeu que amor tem a ver com a felicidade da pessoa que você ama, não com a sua própria felicidade." - Posição 3443 do E-book.

Não achei que Um Diário Para Melissa traz grandes situações dramáticas, mas ele pode ser intenso para leitores mais sensíveis, principalmente se câncer e luto parental é um gatilho. Recomendo que leia com paz de espírito e sensibilidade, assim poderá tirar muito proveito da leitura de Um Diário Para Melissa.


15 comentários:

  1. Boa tarde, Leslie!
    Já eu sou mais dos romances açucarados, com leves pitadas de humor, puxados para o lado da comédia, e isso é igual em relação aos filmes. Mas dependendo do grau de drama num romance eu gosto também. Não pode ser muito dramático para mim. Mas Um Diário Para Melissa parece-me uma boa história. Acho que eu leria numa boa e realmente fiquei com vontade de ler depois da sua postagem.
    E hoje é o Dia da Biblioteca.
    Um super abraço.
    ~Cartas da Gleize. 💌

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia esse livro, mas adorei a dica. Sempre baixo livros que estão de graça na Amazon também. Gosto desse gênero de livros e esse parece ser bem interessante. Anotei a dica!

    https://www.biigthais.com/

    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
  3. Olá, Leslie.
    Nem me fale de e-books que peguei no ano passado e até agora não li hehe. Eu acho essa premissa interessante, geralmente gosto de livros assim que a pessoa que morre deixa um diário ou lista de coisas para fazer. Mas no momento eu não leria por essa coisa do luto. E gostei bastante dessa capa.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Oi Leslie, tudo bem?
    Acho que esse livro mexeria muito com minhas emoções tem gatilhos sim que mexe demais com meu psicológico.
    Achei uma dica de leitura super válida e já anotei aqui.
    Beijos.


    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Acho que todo mundo está querendo uma narrativa mais leve para esses tempos tão intensos, não?!

    Gostei dessa estrutura que traz mãe e filhas conversando por meio do diário.

    Um beijo,
    Fernanda Rodrigues | contato@algumasobservacoes.com
    Algumas Observações
    Projeto Escrita Criativa

    ResponderExcluir
  6. Olá...
    AMOOO quando encontro livros por aqui ;)
    Ainda não conhecia esse livro, mas fiquei com muita vontade de ler, pois amo histórias com esse enredo sobre família e esses assuntos. Estou acostumada com livros dramáticos, mas sou uma manteigona e choro a toa haha... Tenho certeza que as lágrimas vão rolar quando eu ler esse livro ;)
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Oi
    eu nem lembro se baixei esse livro, pois no inicio sai baixando vários, até que parece ser uma história legalzinha de se ler, pena que a Melissa não te agradou muito, confesso que ao ler sua resenha não me interessei muito pela história.

    Estou de volta ao blog e com um novo visual.

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Oi Leslie,

    Eu adoro livros com dinâmicas diferentes e gosto de diários.

    Eu acho que vou gostar desse livro e assim vc aumenta um tequinho mais minha wishlist.

    Boas leituras <3

    ResponderExcluir
  9. Deve ser bem interessante esse livro e sou manteiga derretida ia chorar litros ao ler essa obra.
    big beijos
    www.luluonthesky.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Leslie, tudo bem?
    Adorei tanto a dica que solicitei para a editora, espero que me enviem. ♥
    Meu gênero favorito também é suspense policial, mas adoooro um livro que aqueça o coração, então essa sugestão foi muito bem-vinda.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  11. Achei bem interessante e história e parece ser super sensível, gosto de histórias assim.
    Me identifiquei com a Melissa, porque também sou reprimida, não sou de dizer ás pessoas o que sinto... e também tenho medo de enfrentar coisas novas.
    Como sempre, fiquei imaginando essa história em forma de filme, ia ser muitooo legal :)

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    Também fiz o rappa nos e-books gratuitos no início do ano passado e acabei me esquecendo de muitos deles no Kindle, e não achar comentários sobre eles por aí ajudou muito em esquecer deles. Achei interessante os temas abordados no livro, mas não acho que esteja no clima para algo do tipo no momento.

    Beijão
    https://deiumjeito.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Gostei da resenha do livro amiga, lembrei daquele filme da Netflix, 18 presentes, o enredo é um pouco parecido com ele e eu como sou sensível, quando ler o livro vou até preparar meu estoque de lágrimas. heheh
    Mesmo sendo um tema um pouco triste, vou tirar vários aprendizados com os personagens. Já pesquisei ele aqui para baixar e aproveitar a leitura fluida.
    Beijos. 
    Diário da Lady

    ResponderExcluir
  14. Oi,
    Também baixei no kindle kkk tá há 1 ano aqui também kk mas já fiz o download agora, que é o tipo de leitura leve que tô precisando. Apesar da carga do luto, que é difícil de ler né.
    A Melissa parece ser receosa em viver e se soltar, talvez pela perda da mãe mesmo.
    Logo começo, se termino não sei kkkk
    Bjs

    ResponderExcluir

➤ Comentários rasos e sem sentido não serão respondidos e retribuídos.
➤ Se você NÃO leu o post ou o assunto NÃO te interessa, NÃO COMENTA!
➤ A você que leu o post e vai fazer um comentário pertinente ao assunto, meu muito obrigada.
O mais breve possível passarei em seu blog para retribuir o carinho.

© APENAS LEITE E PIMENTA 2013 | 2021. Todos os direitos reservados.
Layout e codificação: GLEICY HANER - DESIGNS E FOTOGRAFIA .
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo