19 julho 2021

Resenha: Livro Confissões de Uma Terapeuta de Renata Lustosa


Era pra eu estar desenvolvendo outro post, mas eu vim aqui escrever a resenha de um livro clichê, algo que nunca pensei em fazer e nem sei ao certo o porquê de estar fazendo, mas quem sabe ao escrever a resenha do livro Confissões de Uma Terapeuta, eu passe a entender a minha necessidade em falar sobre esse livro.

Melissa Belinque é uma psicóloga recém formada, especialista em relacionamentos amorosos, nem ela mesma sabe o motivo pelo qual nunca namorou. Na verdade, ela sabe sim, Mel sempre foi apaixonada por seu melhor amigo, Rafael, por isso, ela acaba surtando quando descobre que ele está noivo de uma de suas pacientes, Alana. Tentando não ir contra o código de psicologia e ainda assim não perder o amor de sua vida, Mel desenvolve um método para provar que Alana não é a melhor pessoa para Rafael, mas antes... Melissa terá que lidar com seus próprios sentimentos.

 

Gênero: Chick Lit - Comédia Romântica | Páginas: 322 | Editora: - | Nota: ★★★

Eu sempre corro de romances e clichês, porém, tenho uma quedinha contraditória por chick lits. Além disso, esse ano eu tenho tido picos muito fortes de ansiedade (TAG), então, entre uma leitura mais densa e outra, que são minhas favoritas, eu acabo encaixando alguns livros mais leves para me manter calma e não ser atacada pela minha própria ansiedade. E Confissões de Uma Terapeuta me pareceu ser uma boa opção, por isso escolhi o livro como o que chamo de: "minha leitura despretensiosa da vez".

O objetivo dessas leituras mais simples, é que eu não precise pensar muito, apenas rir e apreciar. Porém, foi impossível não me apegar à protagonista do livro. É de se esperar que as mocinhas de chick lits sejam bobas e só façam besteiras, mas é explicito que Melissa tem problemas maiores e que ela deveria procurar uma terapeuta. O livro inteiro eu fiquei com vontade de sacudi-la pelos ombros e ter uma conversa séria sobre esse amor platônico ridículo e irreal que ela sente pelo melhor amigo, algo que ela, como psicóloga, já deveria ter notado em si mesma.


Além disso, Melissa tem TOC e ela sofre muito com isso, mas evita fazer terapia e procurar um psiquiatra por que sabe que terá que tomar remédios e não quer aceitar tal situação. No decorrer do livro é possível acompanhar a protagonista em vários momentos de ansiedade e de atos impulsionados pelo TOC, ela se sente aliviada e o leitor incomodado, assim como acontece na vida real, afinal, eu conheço esse ciclo de tensão Vs relaxamento, por que também tenho Transtorno Obsessivo Compulsivo. Porém, no livro o transtorno de Melissa não tem uma carga melancólica, gostei de como o assunto foi tratado durante o enredo, de forma leve, mas séria.


Além disso, a autora se preocupou com os diálogos que tinham como fundo a psicologia. Não sei se Melissa agiu dentro da ética que envolve os profissionais da área, mas as conversas que acontecem dentro das salas dos terapeutas apresentados no livro parecem ser bastante verossímeis.

Os personagens do livro são muito bem apresentados, inclusive Melissa, ela é aquela típica protagonista que nos faz rir e sentir vergonha alheia, mas ao mesmo tempo causa ódio por que só toma as decisões erradas. Rafael, paixonite de Melissa, faz seu papel de embuste fofo, ele é gente boa, mas tem horas que irrita. E a melhor amiga de Melissa, Pati, é também por vezes um alívio cômico. E quero deixar aqui um destaque à mãe de Melissa, e Leo, esse sim é um verdadeiro melhor amigo.

— Eu me orgulho por você ser tão organizada Melissa. — Mamãe diz, com as mãos no volante. — Mas, na maioria das vezes, as coisas não vão sair como o planejado na sua vida. E você tem que arriscar. (pág 276)

Com o desenrolar da trama, a protagonista evolui bastante, e foi gostoso notar essa mudança e crescimento, além de ser algo que me tocou bastante por que Melissa é extremamente parecida comigo em relação às suas obsessões de organização e planejamento. Portanto, terminei o livro não apenas com a boa sensação de que a personagem havia se tornado uma pessoa melhor, mas eu também aprendi muito com a história.

Confissões de Uma Terapeuta é clichê e totalmente previsível, mas é uma boa leitura. Não foi tão despretensiosa e banal quanto eu esperava, e isso não é algo ruim, na verdade, acabei me surpreendendo com o livro.

Até então, o livro está no Kindle Unlimited, mas você também pode compra-lo em outras lojas usando um cupom de desconto.


20 comentários:

  1. Eu costumo dizer que chick lits salvam até de ressaca literária mesmo não sendo o tema de muitos. Adorei a sinopse achei interessante e não tinha visto sobre ele ainda.
    Eu amo comédia romântica, mas agora to no mundo de fantasia e tenho muitos livros pra terminar. Finalmente to lendo um box com 6 livros que comprei na black friday.
    Beijos!
    https://www.pamlepletier.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá, Leslie.
    Eu gostei bastante desse livro mas acho que ela não foi ética não. No momento que ela descobriu deveria ter parado com as consultas. Eu amo um clichê, mas ultimamente não tenho me dado bem com chick-lits, mais passo raiva do que me divirto hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  3. Fiquei curiosa em ler esse livro sabia? No momento estou sem ler nenhuma obra.
    big beijos
    www.luluonthesky.com

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito da resenha, eu sou bem chegada em romances clichês assim, inclusive sinto muita falta de quando eu lia muitos livros, me ajudava a sair da realidade e também a combater a ansiedade. Até comprei um Kindle para ver se volto ao costume de ler livros e gostei de saber que na Amazon ele é baratex. Vou até favoritar para comprar depois. hehe
    A história me lembrou uma série que assisti em que um profissional agia de tal modo com os pacientes, mas quem mais precisava de ajuda e terapia era esse profissional. Quando eu estava formando na faculdade eu tive isso, ajudava muitas pessoas vítimas de violência doméstica, aparentava estar bem e sem nenhum problema de depressão ou ansiedade, mas no fundo quem mais precisava de ajuda era eu. Eu tenho muita vontade de fazer terapia, ficar só tomando remédios controlados não ajuda 100%. De cara já gostei da abordagem do livro sobre a psicologia e com certeza vou lê-lo o mais breve possível!
    Beijos.

    Diário da Lady

    ResponderExcluir
  5. Ameii! Falou em terapeuta já vim correndo. Eu amo chick lit e faz séculos que não leio, já vou procurar e deixar na listinha do Skoob. É bem o tipo de livro que gosto, acho que eu também ia querer dar um sacode na Melissa haha

    Beijinhos
    tipsnconfessions.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Leslie! Não me pareceu um livro que eu curtiria ler, mas acho que como uma leitura mais leve e despretensiosa ele deve funcionar sim. Isso da protagonista ser especialista em relacionamentos amorosos sem nunca ter tido um, me pareceu bem absurdo ~ mas talvez por isso mesmo seja interessante e engraçado na trama, né? Hahaha! Beijo, beijo :*

    ResponderExcluir
  7. A história parece ser super legal!
    E está com um preço otimo!!

    www.garotadebotas.com

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Adoro livros que abordam saúde mental, esse muito bem-vindo por ser de uma maneira despretensiosa. Eu ando que nem você, piorou depois que a covid bateu aqui em casa, então de final de maio pra cá também acabei me agarrando em romances e final de semana até finalizei um chick-lit tb.
    E esse clichê do melhor amigo, ein? Fiquei muito curiosa em como a autora se saiu pq é uns do que a galera enjoa rápido.
    Eu tenho uns e-books dela no Kindle, darei uma olhada se esse tá.
    Amei a dica.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  9. Achei interessante e diferente a história do livro.
    Não sei se achei tão leve assim sabe? Mas que bom que mesmo sendo uma leitura despretensiosa você se surpreendeu com o livro. Assim é bom hehe :)

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oie
    Não conhecia o enredo deste livro, já tinha visto ele na Amazon e agora fiquei com muita vontade de ler. Eu tbm tenho ansiedade e Toc, e não é nada fácil lidar com isso. Adorei sua resenha.

    Beijinhos
    https://tecendoaliteratura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia esse livro, mas fiquei super interessada. Gosto muito desse estilo de livro e achei a protagonista bem diferente. Já anotei aqui para ler quando puder.

    https://www.biigthais.com/

    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
  12. Gostei do livro, é algo que eu curto ler!
    Tô lendo um livro bem parecido com esse que fala de terapia "Talvez você deva conversar com alguém", conhece? Tô achando a leitura curiosa e ao mesmo tempo interessante.
    bjs www.diadebrilho.com

    ResponderExcluir
  13. Oi Leslie, eu amo livros assim mesmo sabendo mais ou menos o que vai acontecer no decorrer da história. Acho leve e fácil leitura e amo porque conseguimos ler pelo kindle(ainda não tenho) ou celular de forma gratuita.
    Beijos.




    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi Leslie, tudo bem?
    Eu não conhecia o livro nem a autora, mas achei a história diferente. Não tenho costume de ler livros com essa temática, mas me chamou a atenção.
    Dica anotada.
    Abraços,
    AVA
    https://apenasava.com/

    ResponderExcluir
  15. Que blog maravilhoso e lindo parabéns!
    Não conhecia este livro. bjs
    Lady Samy

    ResponderExcluir
  16. Oii, adoro ler chick-lit. Esse me parece ser muito bom.
    Beijos!
    https://deliriosdeumaliteraria.blogspot.com/?m=1

    ResponderExcluir
  17. Olá...
    Adorei conferir a resenha desse livro por aqui... Acho que me falta vergonha na cara por ainda não ter lido esse livro!
    Pelo que pude perceber é uma leitura bem gostosinha de se fazer, mas que também traz temas importantes.
    Fiquei ainda mais curiosa pra ler esse livro.
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  18. Oi
    Não conhecia, mas me interessei e adoro clichê, pior que essa situação deles muitos passam e se recusam a tomar remédios, minha irmã mesmo sabe que precisa tomar remédio e não toma, eu tenho ansiedade e tomo remédio até foi necessário alimentar a dose porque não estava mais fazendo efeito.

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  19. Leslie esse gênero de livro super faz meu estilo, com certeza me despertou a vontade de ler!
    Lhe dar com ansiedade não é fácil, a terapia é uma excelente alternativa para diversos transtornos psicológicos. Eu mesma já fiz à algum tempo.
    Um beijo ♥
    www.silalmeida.com

    ResponderExcluir
  20. Achei interessante o enredo. Nunca fui de ler comédias românticas, sempre fui mais adepta a fantasia, romance, ficção. Ultimamente ando lendo uns young adult e até gostado, estou aumentando meu gosto literário, huahuahuahuahua
    Mas fiquei curiosa com o enredo, mais ainda por ser uma psicóloga que precisa de ajuda, mas se nega a receber ajuda. #panenosistema

    Blog Karolini Barbara |Instagram Karolini Barbara

    ResponderExcluir

➤ Comentários rasos e sem sentido não serão respondidos e retribuídos.
➤ Se você NÃO leu o post ou o assunto NÃO te interessa, NÃO COMENTA!
➤ A você que leu o post e vai fazer um comentário pertinente ao assunto, meu muito obrigada.
O mais breve possível passarei em seu blog para retribuir o carinho.

© APENAS LEITE E PIMENTA 2013 | 2021. Todos os direitos reservados.
Layout e codificação: GLEICY HANER - DESIGNS E FOTOGRAFIA .
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo