13.5.20

Livro: Lendo de Cabeça Para Baixo - Jo Platt

De fevereiro até o fim do mês de março eu passei por uma ressaca literária brutal! Logo eu que desejava ultrapassar minha média de leituras do ano passado, como já venho fazendo por três anos seguidos. Empaquei na leitura de "Um Gato de Rua Chamado Bob" — que aliás é um livro ótimo e eu deveria fazer resenha também  mas em abril eu saí do meu trabalho secular, por que peguei ranço da empresa graças ao capitalismo. Comecei a ficar mais em casa e com o tempo de sobra me veio uma vontade súbita de ler loucamente, tanto que baixei inúmeros livros grátis na Amazon, e um deles foi Lendo de Cabeça Para Baixo, um romance que eu já havia lido a resenha no blog Infinitas Vidas. Sim, ele de novo. Eu acho que a Priih já está me achando uma fã obsessiva, mas eu não posso fazer nada se gosto das suas recomendações.

Abandonada no altar, Rosalind Shaw resolveu dar a volta por cima e se recuperar desse golpe que abalou a sua vida. Por sugestão de seu amigo Tom, Ros resolve começar uma vida nova na pequena cidade de St. Albans, e lá ela se torna sócia de um sebo e encontra novos amigos de trabalho, o introspectivo e sócio intelectual Andrew, a bela ex-contadora Georgina e Joan, uma senhora linguaruda e cheia de vida.
Neste novo cenário, Ros tenta voltar a ser a pessoa que sempre foi: uma mulher de sucesso, feliz e confiante. Mas, a protagonista passa a enfrentar um novo desafio quando seu vizinho dos fundos, Daniel, bate à sua porta carregando um buquê de flores e uma notícia triste.

Meu gênero favorito de leitura é suspense e investigação policial, porém, conquistada por Sophie Kinsella, eu sempre acabo me rendendo à um romance ou chick-lit, e foi o que aconteceu com Lendo de Cabeça Para Baixo, uma comédia romântica de estreia da autora Jo Platt. E sabendo que eu não sou fã de romances, já fiquem atentos que a resenha será bem sincera e eu sou uma pessoa fria, que não se deixa levar por um casalzinho qualquer de ficção.

"Acho que você sente tanta pena de si mesma o tempo todo, que imagina que todo mundo também sente"

Não dá pra negar que o livro tem personagens cativantes, e é tanto amor entre família e amigos, que ou você fica enojado, ou sente um calorzinho no coração, no meu caso eu senti os dois, hora eu tinha vontade de vomitar por que na vida real provavelmente seria pura falsidade, mas em um momento raro entre pai e filha, entrou um cisco no meu olho e uma lágrima caiu despretensiosamente. Os personagens são muito bem construídos e apresentados, inclusive os coadjuvantes, foi apenas com Ros, a protagonista, que de vez em quando eu tive vontade de dar-lhe três tapas na cara pra ver se ela acordava e deixava de ser tão auto depreciativa, mas fiquei feliz que até o final do livro ela conseguiu evoluir muito como pessoa.

Legal, porém massante...

Ros passou por um evento traumático quando o noivo a deixou no altar, mas com o tempo ela vai tentando se reerguer e seguir com a sua vida, e a partir daí nada de interessante acontece no livro. O enredo é fechado e bem escrito, há doses de humor típicas de um chick-lit que traz mocinhas impulsivas e desastradas, mas a leitura fica massante até que algo realmente importante para a história aconteça. E devo dizer que os diálogos quase intermináveis do livro também me cansaram.

Lendo de Cabeça Para Baixo é um clichê mamão com açúcar, um livro que apesar de começar com um acontecimento triste, é leve e traz um dose de risadinhas para quem o lê. Talvez ele tenha sido massante pra mim, por que mesmo que insista, eu não tenho paciência para romances. Mas, se você é fã do gênero, o livro é uma boa pedida.

Nota três de cinco esteriótipos de mocinhas desastradas para o livro Lendo de Cabeça Para Baixo.


20 comentários:

  1. Ainda não li nenhum livro da autora, mas sempre ouço falar bem dela. Fiquei curiosa pra ler

    https://www.submersaempalavras.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O mais interessante é que esse é o primeiro livro dela. Como falo no texto, é uma estreia, ou seja, não entendi como vc sempre ouve falar bem dela ou não leu nenhum livro ¯\_(•◡•)_/¯

      Excluir
  2. Oi, Leslie
    É uma pena que você não tenha gostado da obra. Eu já quis ler só pela capa, que é linda demais, mas eu vi esse negócio dela ser meio depressiva (não sei se isso é vdd mas eu li uma resenha que deu essa impressão), ai eu fiquei meio com saco de ler sabe? Mas teria só pela capa? COM CERTEZA! Hahaha beijos
    https://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Miriã,
      A personagem é depressiva apenas no primeiro capítulo, mas ela sem dúvida é muito auto depreciativa, tem a autoestima baixa e acredita que todo mundo tem pena dela. Pra vc que gosta de romance, acho que vale a leitura, pois a capa é mesmo linda.

      Excluir
  3. Eu baixei esse livro da Amazon também. Mas só vou começar a ler quando terminar o que comecei agora kk. Ou pelo menos tentar, porque eu tenho mania de ler um em cima do outro.

    Eu gosto muito de clichês, gosto de me imaginar na história, o que não acontece muito com outros gêneros.

    Eu não entendi o que é chick-lit?


    Beijos
    Blog Boas de Papo
    Instagram Boas de Papo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chick-lit é um subgênero do romance, geralmente traz a mesma mocinha desastrada, porém fofinha dos romances, mas com um plano de fundo mais moderno.

      Excluir
  4. Oi, Leslie!
    Apesar de eu ser uma grande fã dos Chick-lits, confesso que muitas vezes fico irritada com as mocinhas desastradas! As vezes são TÃO estereotipadas, e a história tão surreal que fico incomodada até o último capítulo haha
    Esse é um livro cujo já li várias resenhas, e que pretendo dar uma chance para ter uma opinião concreta.
    Gostei muito da sua resenha e do seu sistema de classificação haha :D

    Beijos!
    Estante Bibliográfica

    ResponderExcluir
  5. Oi Leslie,

    Adoro Chick-List e já tinha ouvido falar bem desse livro.
    Depois da sua resenha me deu uma baita vontade de ler. Vou até passar na frente de alguns hahaha.

    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Conheça o Instagram

    ResponderExcluir
  6. Eu gostei do nome, e pela resenha parece ser uma história leve para passar o tempo. Eu adoro romance, mas dependendo do desenvolvimento acaba ficando massante para mim tbm. Hoje em dia ando sendo mais crítica com relação a narrativas românticas. Adorei sua resenha ♥

    Beijos
    http://www.leiapop.com/

    ResponderExcluir
  7. Não é um livro que nos capte muita atenção
    Beijinhos 😊 , Damsel.me-Clique Aqui

    ResponderExcluir
  8. Eu também não gosto muito de romances, mas assim como você Sophie Kinsella me ganhou. Esse livro de Jo platt, parece bem fofinho, daqueles que a gente lê depois de uma leitura mais pesada para passar o tempo.

    ResponderExcluir
  9. Eu não curto romances, mas sabe que esse livro me despertou a atenção? Uma pena que tenha achado maçante. =\

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  10. Mocinhas desastradas HAHAHAHAHA
    Eu adoro o jeito das notas que você dá :D
    Não conhecia esse livro. Parece ser legal, mas pena que é massante :(
    Mas é, vale a experiência de ter lido.

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Ai que vontade de ler, parece ser uma leitura tão leve, eu amo livros assim. Obrigada pela dica.

    Espero que esteja bem.
    Beijão!
    Lumusiando

    ResponderExcluir
  12. Eu vi a Infinitas Vidas indicando e agora você também! Acho que vou ler, preciso muito sair da resseca que me ronda faz 2 semanas. Estava lendo Contos de Fadas, da Zahar, e apesar de ser interessante estou bloqueada com essa leitura!
    Beijos,

    Marcelamirandadesigner.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Ah, eu amo coisas de romance, então acredito que eu ia gostar bastante do enredo, ainda mais por iniciar com episódios tristes. Também acho que eu ia me sentir feliz com esse amor em família e amigos, porém é bem verdade o que você disse, isso na vida real seria bem falso e forçado, ao menos na minha realidade :X. Fiquei com vontade de ler esse livro :3
    Beijos,
    Mundo Perdido da Carol
    Instagram: @carolinsweet
    Fan Page

    ResponderExcluir
  14. Amei o seu método de notas kkkkkkk
    Ele tem cara mesmo de ser um clichê gostosinho.. acho que peguei ele quando ficou de graça
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  15. pra mim, parece bom! hahaha
    eu gosto de histórias de romance! acho que vou gostar de ler!

    xoxo
    Guria do Século Passado

    ResponderExcluir
  16. OI Leslie, eu acabei de ler esse livro e fiz um post sobre ele. Achei mamão com açúcar, em alguns momentos fiquei sem paciência com a Ros (principalmente na festa de aniversário do marido da amiga), mas não achei o livro maçante. Li de batida. Também fiz um post sobre o livro lá no blog. Este aqui, se você quiser ver: http://inventandocomamamae.blogspot.com/2020/05/livro-que-eu-levaria-para-o-cafe-da.html



    Inventando com a Mamãe / Instagram  / Facebook / Pinterest


    ResponderExcluir
  17. Ainda não li, mas confesso que fiquei curiosa! ♥

    ResponderExcluir

➤ Comentários rasos e sem sentido não serão respondidos e retribuídos.
➤ Se você NÃO leu o post ou o assunto NÃO te interessa, NÃO COMENTA!
➤ A você que leu o post e vai fazer um comentário pertinente ao assunto, meu muito obrigada.
O mais breve possível passarei em seu blog para retribuir o carinho.



Feito com ♥ por Lariz Santana