27 maio 2020

Resenha: Livro Solo Raso - Sandro Muniz

O Livro Solo Raso me foi apresentado pelo seu próprio autor, Sandro Muniz, quando entrou em contato comigo a fim de que eu pudesse conhecer o seu trabalho. E tratando-se de uma obra nacional e com uma sinopse curiosa, tratei logo de iniciar a leitura do livro.

Após um episódio traumático e violento, o arqueólogo Pedro Gilga Sacks é transferido para um trabalho longe de sua família. O que deveria ser uma rotina de pesquisas tranquila, logo se revela uma teia de segredos. Pedro descobre que a Ilha onde deveria recomeçar sua vida, enfrenta problemas maiores do que a retirada de suas terras e seu iminente desmanche para aterros no continente. Moradores evitam se aventurar pela mata que explode sem explicação, e aqueles que se atrevem, quando voltam com vida, trazem também marcas permanentes. Além disso, mulheres desaparecem sem nunca serem encontradas. Nessa Ilha peculiar, Pedro corre contra o tempo para sobreviver e desvendar os mistérios do lugar.

Se você acompanha o blog há algum tempo, sabe como eu sou facilmente enlaçada por histórias misteriosas, e nesse caso, o livro começou um tanto quanto confuso, mas a escrita do autor é fluída e logo eu peguei o ritmo da leitura, que aliás, não é demorada. Pelo fato do livro ser curto, quase um conto, com 153 páginas, não havia mesmo a necessidade de ser uma narrativa longa e cheia de enrolação, o que sinceramente me agradou, pois não tenho paciência para leituras massantes onde o(a) autor(a) fica enchendo linguiça, e eu sou mesmo uma leitora ansiosa por um plot twist.

Também é importante dizer que o caminho direto da narrativa de Solo Raso, não deixou os personagens sem  aprofundamento. Aliás, o livro traz personagens mega curiosos e que me conquistaram facilmente, inclusive, me peguei tendo empatia pelo próprio vilão da história, que até o fim dela, me foi uma grande surpresa saber que na verdade ele era do lado sombrio da força. Em Solo Raso nós conhecemos Ceolfrido e sua mania peculiar de guardar ovos pela Ilha. Eugênia, uma arqueóloga destemida, mas tão meiga que podia facilmente ser colocada dentro de um chick lit, e Lucius, um padre que nunca se formou como tal, mas se acha no direito de sê-lo, já que foi ele quem reergueu das cinzas a antiga e principal igreja da Ilha.

"Seu Pedro, ás vezes eu sinto que esta ilha não existe. Às vezes acho que isto aqui é a Arca de Noé ao contrário, por que colocaram aqui só os piores casais de cada espécie."

Por incrível que pareça, o único personagem que não me conquistou totalmente foi o protagonista. Pedro passou por um episódio traumatizante e desde então se tornou uma pessoa medrosa, mas a curiosidade sempre fala mais alto e ele é levado à descobrir os mistérios que rondam a Ilha há décadas. E PELOAMORDEDEUS, haja mistérios nesse livro! É necessário prestar muita atenção durante a leitura para não perder nenhuma pista, tudo acontece numa ambientação caótica, pois a Ilha está sendo desmanchada e os moradores perderão seus lares, mas em meio a esse problema ainda existe uma floresta que explode em inúmeros lugares diferentes e sem nenhuma explicação, mulheres que são mães desaparecem como fantasmas, capacetes de guerra são achados em território brasileiro, sem nunca ter havido uma guerra no país... E toda vez que algo me era explicado, eu lembrava que ainda havia mais uma ponta solta sem resposta, mas exceto por um item em questão, o livro termina revelando ao leitor todos os segredos dessa Ilha estranha, o que é bem satisfatório.

"O homem caridoso que se orgulha da própria caridade, é como o homem condenado que se orgulha de ter uma cela enorme."

"Aqui eu sei de tudo. Acham que sou louco, e os loucos sabem de coisas que as pessoas normais não se dão ao luxo."

Minha única ressalva é em relação ao final abrupto e com elementos facilitadores. Durante a leitura do livro eu fui cética em relação a algumas teorias, mas terminei achando que a ficção poderia até mesmo ser verossímil na vida real, pois tudo envolve história de guerras que realmente aconteceram. Acho que o autor conseguiu trabalhar bem em transpor a realidade à ficção.

O livro está disponível em E-book na Amazon e a revisão foi muito bem feita, não achei erros de português como costumo encontrar em alguns E-books independentes. Sem dúvida, Solo Raso foi uma leitura muito agradável e fico feliz que seja nacional.



13 comentários:

  1. Que bacana esse livro, não conhecia o autor.
    E adorei porque é cheio de mistérios hehehe ;)
    E é legal e até engraçado quando criamos uma certa empatia pelo vilão né? Mas acho que essa é realmente a intenção do autor.
    Bem legal :)

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá...
    Ainda não conhecia esse livro, mas, pelas sua resenha parece ser o tipo de livro que curto! Fiquei muito curiosa pra conhecer a Eugenia ;)
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá! Amei ver dica de livro aqui, esse eu não conhecia mas, amei a sinopse, gostei de saber também que tem alguns erros de português, normalmente em traduções assim tem mesmo mas, é algo que não me atrapalha na hora de ler se a leitura estiver fluindo bem. Acho que vou gostar desse livro, vou anotar aqui a dica porque gosto de histórias que misturam temas reais e épocas que foram vividas há algum tempo.
    Beijocas.


    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Vi quando postou ele no Skoob, e confesso que pela capa e título não me atraiu, mas a primeira impressão nem sempre deve ficar ner. Amei a resenha - como sempre - ao contrário de ti, acredito que teria gostado do protagonista, por que mesmo ele sendo medroso, pelo o que entendi não deu para trás nos mistérios. Obrigada pela indicação.
    Xero...

    www.geracaopenaestrada.com

    ResponderExcluir
  5. parece ser uma boa história! não costumo ler mistérios, mas me deixou curiosa!
    tbm não curto autores que gostam de encher linguiça!kkk

    xoxo
    Guria do Século Passado

    ResponderExcluir
  6. Ah eu estou com esse livro aqui e pretendo ler em breve, adorei ter lido sua resenha antes, me deixou empolgada!!!

    Beijo
    http://www.leiapop.com/

    ResponderExcluir
  7. Oie querida!!!!

    Eu acho que o autor veio falar comigo e eu fiquei interessada, mas ainda não li!
    bOM SABER que é um ótimo livro, é curtinho (bom pra ressaca que to
    pena do final abrupto, mas BOM QUE O RESTANTE VALEU HEIN
    TEM NO UNLIMITED
    é nacional
    JÁ QUERO, vou ver se consigo ler em breve também :D

    Beijocas da Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia o livro (normalmente estou sempre por fora), mas a sinopse cheia de mistérios me conquistou, pena que o protagonista não é lá aquelas coisas. Gosto do fato de não ter encheção de linguiça, ninguém merece. E fico aliviada ao saber que revelam no final os segredos da ilha. Tenho pavor de livro que deixa muita brecha para contar só na continuação.
    Beijos,
    Mundo Perdido da Carol
    Instagram: @carolinsweet
    Fan Page

    ResponderExcluir
  9. Oh, eres muy afortunado de tener recuerdos de recibir libros directamente del reconocido autor Sandro Muniz. Por supuesto, fue una experiencia memorable, sí ... Estaba interesado en leer este libro después de leer su crítica con un intérprete de idiomas.

    Saludos desde indonesia.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Leslie!
    Recebi um e-mail do autor também, e comecei a assistir o booktrailer mas acabei não terminando.
    Achei a premissa muito boa e acho que acabarei lendo :D Ando em busca de histórias de mistério e amo ler autores nacionais!

    Beijos!
    Estante Bibliográfica

    ResponderExcluir
  11. Leslie, também adoro um mistério. Não conhecia esse livro, mas fiquei morrendo de vontade de conferir. Já vou lá no site da Amazon garantir o meu!

    Beijo.
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  12. Eu sou doida por livros de mistérios, principalmente quando a história se passa em local remoto! Gostaria de algum dia ler esse livro

    ResponderExcluir

➤ Comentários rasos e sem sentido não serão respondidos e retribuídos.
➤ Se você NÃO leu o post ou o assunto NÃO te interessa, NÃO COMENTA!
➤ A você que leu o post e vai fazer um comentário pertinente ao assunto, meu muito obrigada.
O mais breve possível passarei em seu blog para retribuir o carinho.

© APENAS LEITE E PIMENTA 2013 | 2020. Todos os direitos reservados.
Layout e codificação: GLEICY HANER - DESIGNS E FOTOGRAFIA .
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo