13 junho 2022

Coisas Que Ninguém Te Conta Sobre Gravidez

o que ninguém te conta sobre estar grávida

Eu podia começar esse post dizendo o quanto é lindo gestar, mas sou realista, sou a mãe que ama, mas também reclama. A gravidez me tornou outra pessoa, eu sinto coisas que nunca pensei poder sentir antes. Estar grávida é uma coisa surreal, talvez uma das experiências mais esquisitas que uma mulher possa ter na vida. E se você acha que o sintoma constante de uma grávida é apenas o enjoo, sinto em dizer, mas tu não sabe de nada inocente

Acompanhe esse post e eu vou te contar sobre algumas coisas que não te contam sobre a gravidez e eu descobri sozinha, lembrando que tenho propriedade para compartilhar experiências, pois lá se foram 33 semanas de gestação (+/- oito meses e uma semana).

Sintomas Estranhos de Gravidez


Alguns sintomas são muito conhecidos, como os enjoos, o inchaço e o cansaço, mas existem outros que são mais tímidos e só depois de um tempo você percebe que a culpa é da gravidez. Durante o segundo semestre de gestação eu ficava com o nariz entupido frequentemente, não era gripe nem excesso de coriza, mas sim aumento de volume sanguíneo e dilatação das veias do nariz, causado por alterações hormonais. Pois é amore, seu nariz tá entupido? Depois do teste de Covid, faça um de gravidez também, só pra desencargo.

Algo que também acontece com o nosso corpo e eu não sabia, é o escurecimento de algumas áreas devido o aumento da quantidade de melanina. Um dos primeiros sintomas que apresentei foi dor nas mamas, enrijecimento e mudança de pigmentação nas auréolas, juntando isso a um atraso menstrual, descobri a gravidez. Esse escurecimento também pode aparecer na virilha e axila, mas no meu caso, desenvolvi melasma, com manchas no rosto.

Ainda nessa lista de sintomas estranhos temos sangramento na gengiva, formigamento nos dedos, sensação de olhos secos, sonhos extremamente reais, salivação em excesso e olfato aguçadíssimo. E claro, não podemos esquecer da síndrome das pernas inquietas, mais um sintoma da lista que não me deixa dormir direito.

dormir na gravidez

Crianças NÃO PARAM nem no útero!


É comum que ao descobrir a gravidez a gente fique ansiosa pra sentir os primeiros chutinhos, mas depois sua barriga vira uma verdadeira festa! Não raro acontece de o Ravi querer dar cambalhotas em momentos inoportunos e eu ter que ficar em uma posição mais esticada pra ele poder fazer seus movimentos com maior facilidade. Sem contar que conforme crescem, os chutinhos viram chutões e chegam a assustar, e é bem provável que o bebê comece a mexer quando você quer dormir. Eu não sei onde eles arranjam tanta energia durante a noite!

coisas que não te contam sobre estar grávida

E nem precisamos comentar sobre os soluços que eles dão e pulsa na nossa ppk.

Abalos Emocionais


O psicológico é bastante abalado diante de uma gravidez, e se engana quem diz que é como uma TPM prolongada, pois as questões de uma grávida são muito mais profundas. Nosso corpo muda muito rápido e a gente nem tem tempo de digerir o que está acontecendo, de repente nem nos reconhecemos como individuo dentro da sociedade, e é pior ainda quando as pessoas esquecem de perguntar como você está antes de tocar na sua barriga e falar com o seu bebê, é como se sua presença fosse mera formalidade, seu objetivo é apenas manter essa criança saudável até o nascimento, as pessoas param de te enxergar e veem apenas barriga. 

Você se sente culpada, perdida e no meu caso, sozinha. É normal que algumas grávidas peguem ranço de certas pessoas, inclusive do próprio pai da criança. Mas comigo foi ao contrário, eu sempre gostei da minha própria companhia, gostava de ficar sozinha, até que eu engravidei e fiquei carente, e meu marido se tornou a pessoa que eu mais quero por perto.

É isso, terá dias em que você vai se sentir poderosa, e em outros, um lixo.

gravidez emocional

A verdade é que cada gestação é única, é incrível poder gerar uma vida, mas nem tudo é agradável, você pode amar seu bebê e ao mesmo tempo odiar estar grávida, o importante é ser compreensiva consigo mesma e tentar curtir essa fase, pois ela passa rápido e depois tudo o que resta é saudades do barrigão e dos chutes com movimento de jiu jitsu. 

E pra você que não está esperando um bebê, não romantize a maternidade, somos mãe desde o positivo no teste de farmácia, mas é algo complexo, inexplicável, e por mais que nos sintamos agradecidas e abençoadas, ás vezes a gente só quer ser chamada pra tomar um café e reclamar da dor nas costas que o bebê anda nos causando, isso não nos torna menos mãe, mas mantém a nossa humanidade. Seja sensato e acolha a grávida com carinho, não julgue e nem cobre nada dela.

Este post foi ilustrado com os trabalhos da artista Amanda Oleander.

18 comentários:

  1. Esse post é muito importante para que as pessoas saibam sobre o que pode acontecer com as grávidas. É tanta romantização que parece que tudo é só perfeição. A verdade precisa ser exposta e compartilhada para que aprendemos sobre esse período tão complexo para as mulheres. Cada grávida passa por momentos diferentes. Eu tive amigas que queriam que eu passasse a mão na barriga delas, só que eu não fazia por achar uma invasão de privacidade. Eu ainda prefiro não tocar e apenas conversar. Gostei de saber sobre o que você está passando e dos momentos que está vivendo.
    Bjus!

    ResponderExcluir
  2. Nossa eu nem imagina vários deles! É uma caixinha de surpresas. Imagino que eu não ia gostar de estar grávida, são muuuitas mudanças em pouco tempo e coisas que a gente nem imagina! Mas logo tudo passa e o Ravi estará aqui do lado de fora! O boom de hormônios deve ser bem complicado, acho que a maioria não curte estar grávida na maior parte do tempo.

    Beijinhos
    tipsnconfessions.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Eu nem sei o que dizer, porque não tive essa experiência ainda. Acho que a gente só entende mesmo as coisas quando sente na pele, né? A gente sempre vai se guiar pelas coisas mais comuns, mas pelo seu relato as coisas são mais complexas. Imagino que muita coisa deve mudar mesmo e que agora, nessa fase final você deve estar bem ansiosa. Acho bem legar pode ver relatos reais, porque imagino que cada pessoa sinta as coisas de uma forma diferente.

    https://www.biigthais.com/

    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
  4. Ahh I remember the feeling of being pregnant. Though I am thankful that my daughter was a very good baby in my tummy. Indeed every pregnancy is unique and for me, I only had gum bleeding once and that was it. I never had any problems.
    Marie
    https://theflowerduet.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Tudo que você escreveu é verdade.E é muito bom trazer a realidade para quem pensa ser mãe. Eu tive duas meninas. Quando decidi passar pelo mesmo sacrifício foi para dar uma maninha para minha querida filha que se sentia sozinha e deprimida. Mesmo sabendo que passaria por mais uma cesariana e todos as dificuldades terriveis, eu encarei. Eu não me arrependo, mas confesso que a segunda gestação não foi nada facil. Fiquei deprimida mesmo o pós operatório. minha bb tem quase trÊs anos e todos os dias é uma luta e muito cansaço. A maternidade não é fácil e as preocupações são eternas diz minha mãe. O que consola é que cada fase passa. Graças a Deus. E sim você terá momentos felizes e nunca mais se sentirão sozinhos. Suas vidas mudarão, mas fará muito sentido. Fique bem querida. Já esta na reta final e sentirá mais alegre. Isso que esta sentindo é normal, não se preocupe. Fique bem e segura. bjs
    Blog Lady Samy//Facebook do blog//Instagram do blog//Youtube//Instagram de arte//Facebook de arte

    ResponderExcluir
  6. Que post maravilhoso e lindo, romantizam demais porém sabemos que tem um lado b que não é nada fácil, mas o amor que cresce é incrível e gigante, gostei demais de ler ser desabafo e sinta-se abraçada a distância

    Beijos
    www.pimentadeacucar.com

    ResponderExcluir
  7. Muito muitooo interessante e necessário esse post!
    Eu gosto muito de acompanhar grávidas reais que falam sobre esses assuntos e que mostram que amam seus bebês, mas não gostam de estar grávidas.
    Eu quero muitooo engravidar um dia, e fico pensando se eu iria amar ou não estar no 'estado grávida' haha.
    Adorei as ilustrações :)

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Eu lendo esse post com o nariz entupido: 😳😳😳 Hahahaha
    Eu vejo muitas pessoas romantizando demaaaais a maternidade e fico é triste com quem engravida e cai nesse papo, porque todo mundo sabe que não é assim, né?
    Que o seu bebê venha com muita saúde!

    Estante da Pipoca

    ResponderExcluir
  9. Oi Leslie,
    Realmente é uma grande transformação nos seu dia a dia, né? Eu já tive parentes grávidas e eu sei que não há romantismo na gravidez, graças a Deus nunca tive essas ilusões. Muito legal tudo o que você compartilhou, estão anotados para eu não surtar quando chegar a minha vez ^^
    Desejo um final de gestação tranquilo para vc ^^
    Bjos
    Kelen Vasconcelos
    https://www.kelenvasconcelos.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Há tanta coisa que ninguém nos diz. Na primeira gravidez, o meu baixo ventre doía ao início e como já sabia que estava grávida, tinha receio que fosse o embrião a querer sair. Só depois é que soube que é natural, uma dor ligeira, e rápida, nada de mais. Depois quando o bebé cresce só conseguia ingerir pequenas quantidades de alimento de cada vez, embora tivesse sempre fome, já não havia espaço para o estômago dilatar. O corpo feminino é incrível.
    Beijinhos
    Coisas de Feltro

    ResponderExcluir
  11. Algumas coisas que você relatou eu nem imagina que era assim. A realidade é outra né? Minha mãe sempre comentou que a experiência é única, assim como outras mães que relataram também.
    Gosto muito de ler relatos reais, porque consigo imaginar e sentir como foi o processo.
    Sobre sua sugestão de post lá no blog, está anotada viu? Devo escrever em breve.
    Agradeço a sugestão e sempre que tiver mais pode mandar. Ideias novas são bem vindas.
    bjokas e fique bem!

    ResponderExcluir
  12. Oi Leslie, eu tive a experiência da gravidez a 13 anos atrás sei bem como você se sente e quanto de mudanças nós precisamos passar. Na época eu estava na casa dos 20 anos, agora já passei dos 36 vivo cheia de não me toques é dor em todo lugar. Imagine uma gravidez acho que eu não daria conta.
    Graças a Deus você já está chegando na reta final e estando tudo com você e seu bebê isso é o que mais importa.
    Mas eu me lembro sim dos chutes nas madrugadas, e também dificilmente encontramos uma boa posição para dormir.
    É uma fase linda e cheia de desafios e muitas mudanças que nos traz grande crescimento pessoal, maturidade e nos transforma num ser humano ainda melhor. Nos faz conhecer um amor sem igual, que só sendo mãe mesmo para sentir esse amor tão grande!
    Beijos ♥ Deus abençoe sua gravidez!

    ResponderExcluir
  13. Oie ! Realmente são muitos sintomas de que eu não fazia ideia. Eu particularmente tenho medo em vários aspectos da gravidez, estrias, partes escurecidas na pele.

    Mas espero que até o dia em que eu decida gerar uma vida, eu tenha em mente isso, que é apenas uma fase, é uma consequência de gerar um serzinho ♡

    www.blogresenhando.travel.blog

    ResponderExcluir
  14. Olá, Leslie.
    Não sei porque meu comentário do outro dia não foi. Eu nunca fiquei grávida, mas já acompanhei várias pessoas próximas e sei a dificuldade que é. As pessoas romantizam muito a gravidez e o "prazer" de ser mãe e não contam a verdadeira realidade não apenas desse período, mas após o nascimento também. Gostei bastante do seu depoimento.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  15. Oi
    muito bom seus relatos reais, algumas pessoas realmente romantizam de mais, tem uma menina que sigo no intagram e que está gravida que também mostra bastante o lado real da gravidez, você vai ser uma boa mãe;

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. oie

    amei demais o seu relato, pq vc foi super sincera, sem romantizar a situação. parabéns.

    sinceramente, estou um pouquinho chocado com a sua análise sobre as pessoas não enxergarem a mãe de fato, e só se preocupar com a criança. eu mesmo sou assim. quando vejo algumas mulheres grávida. já vou logo perguntando o sexo, quantos meses e acariciando o barrigão. desculpa, gnt. huahuahaua

    espero que seu baby venha logo e traga mais cor pra sua vida. e se puder, faz mais posts nessa vibe. adorei ler, mesmo nem tendo chance de ser mãe. :)

    bj!

    ResponderExcluir
  17. Eu quero muito um dia estar, mas tenho certeza que será o total de uma única gestação. Sinto de longe os enjôos e uma variação psicológica extrema, principalmente porque sempre tive tudo isso e sei que vai piorar demais. Eu fico imaginando que deve ser lindo os primeiros movimentos, mas depois deve ser um "NASCE LOOOOGO", principalmente por se tornar doloroso e cansativo. Eu não sabia que as pernas ficavam inquietas, deve ser difícil demais.
    Beijos,
    Mundo Perdido da Carol
    Instagram: @carolinsweet
    Me siga no Pinterest

    ResponderExcluir
  18. Olá Leslie, eu adorei o seu relato. Eu nunca tive filhos (e pretendo não ter, por opção mesmo), mas acompanhei amigas que engravidaram e o que mais elas reclamavam era dessa energia dos bebês, querendo "mostrar serviço" em momentos mais inoportunos, haha. E você tocou em um ponto bastante importante, que a gente romantiza demais as coisas e olha a gravidez como algo mágico e sublime. Talvez até seja mesmo maravilhoso saber que está gerando alguém dentro de si, mas tem várias outras coisas envolvidas, o famoso "outro lado da moeda", que ninguém para para pensar. Foi bom saber da sua experiência e sinta-se abraçada, viu?
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir

➤ Comentários rasos e sem sentido não serão respondidos e retribuídos.
➤ Se você NÃO leu o post ou o assunto NÃO te interessa, NÃO COMENTA!
➤ A você que leu o post e vai fazer um comentário pertinente ao assunto, meu muito obrigada.
O mais breve possível passarei em seu blog para retribuir o carinho.

© APENAS LEITE E PIMENTA 2013 | 2021. Todos os direitos reservados.
Layout e codificação: GLEICY HANER - DESIGNS E FOTOGRAFIA .
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo